“Para você curar uma ferida, você precisa aprender a parar de conversar com ela”  Pr. Ivan Saraiva

Às vezes é muito difícil andar para frente na vida. Nem sempre temos um emocional forte para seguirmos, e quando nosso emocional pede socorro, reflete no nosso corpo e ânimo. Ficamos abatidos e sem esperança quando feridas do passados nos atormentam.

Mas você só consegue seguir em frente com o passado resolvido. Feridas não cicatrizadas ficam voltando ao seu presente. É natural, o ser humano precisa de pontos finais. Precisamos entender o porquê das coisas, e porque foi melhor assim.

Seja em qualquer ponto final da sua vida, ou aqueles que doem mais como términos de relacionamento, precisamos parar de tocar no assunto e deixar a ferida para trás. Ficar ressentindo nada mais é do que “sentir de novo”. Cada um tem o seu tempo de cura. E está tudo bem por isso… mas não insista no que te faz mal.

Ficar revivendo e remoendo só causam mais dor. Você precisa parar de conversar com uma ferida se quer que ela seja curada. Seja parar de conversar na sua mente, ou mandar mensagens e ligar. Deixe para trás o passado. Levanta a cabeça para não tropeçar em pedras novas, e confie… depois de cicatrizada, você só fica mais forte.

*Adaptado pela equipe Fãs da Psicanálise

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Gabriele Sauthier
Bióloga, graduada na Universidade Estadual de Maringá, Mestranda no Programa de Biologia Celular e Molecular (PBC - UEM). É colunista do site Fãs da Psicanálise.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here