Um estudo realizado pelo Instituto Nacional de Saúde da Carolina do Norte (EUA) apontou uma possível ligação entre o consumo de bebidas diet e uma maior propensão à depressão. A pesquisa foi financiada pelos programas americanos de pesquisa do Instituto Nacional de Saúde, do Instituto Nacional de Ciências de Saúde Ambiental e do Instituto Nacional do Câncer. Os resultados foram apresentados na reunião anual da Academia Americana de Neurologia, mas ainda não foi descoberta a causa dessa relação.

Os autores da pesquisa analisaram os dados de 264 mil pessoas com mais de 50 anos de idade. Quando eles entraram no estudo, os participantes foram questionados sobre a frequência com que consumiam bebidas diet e outras. Cerca de 10 anos depois, eles foram perguntados se tinham sido diagnosticados com depressão ao longo da década anterior.

A análise revelou que pessoas que bebiam mais de quatro latas ou copos de refrigerante diet por dia tinham um risco cerca de 30% maior de desenvolver depressão ao longo do período de acompanhamento do que aqueles que não ingeriam esse tipo de bebida. Quem bebia refrigerante tradicional apresentou um risco 22% maior.

Os pesquisadores observaram que mais pesquisas são necessárias para confirmar as descobertas. Eles advertem ainda que os resultados se aplicam aos objetos do estudo – pessoas acima de 50 anos vivendo nos Estados Unidos -, mas podem não ser repetidos em outras amostras.

Sinais para prestar atenção e procurar ajuda:

  • A produtividade tem queda gradual que, com o passar do tempo, se torna significativa.
  • O estímulo para levantar da cama e fazer tarefas cotidianas já não é o mesmo.
  • Por mais que haja reconhecimento no trabalho, a sensação interna não é de gratificação.
  • Familiares e amigos podem notar certo desânimo.
  • Mudanças de humor consideráveis e instáveis.
  • Queda no desejo sexual.
  • Alteração de apetite, tanto para mais ou para menos.
  • Qualidade do sono prejudicada. Mesmo dormindo muito ou pouco, a sensação de cansaço é constante.
  • Dificuldade de concentração.
  • Sentimentos constantes como tristeza, desamparo, desesperança.
  • Raiva e irritabilidade constantes.
  • Falta de interesse em atividades e hobbies que uma vez já foram emocionantes.
  • Dificuldade de tomar decisões por longos períodos de tempo.
  • Isolamento social dos amigos, da família e do parceiro(a).
Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here