A origem do pôquer como conhecemos é desconhecida, mas a maior parte dos historiadores concorda que ele é derivado de um antigo jogo persa chamado “As Nas”, datado do século 16 onde haviam apostas, hierarquia, pares, trincas e outros elementos semelhantes a um dos jogos mais tradicionais dos cassinos. O design de As Nas é bastante simples, consistindo de cinco cards individuais com diferentes cores que dão um total de 20 ou 25 cards.

No entanto, também há a crença de que o jogo pode ter origem no mercado asiático, já que no século 10 havia um jogo que muitos consideram ser o predecessor do pôquer que vinha da Dinastia Sung, na China.

Já o Pôquer em si como conhecemos teve suas origens no século 17, com o jogo Poque, que vinha da França. Os colonizadores do país visitaram a cidade de Nova Orleans e foi nesse contexto que o Poque chegou aos Estados Unidos e eventualmente se tornou o pôquer no século seguinte a medida que o jogo foi se popularizando ao longo dos séculos 18 e 19 no oeste do país. Por essa razão, muitos filmes de época são associados a este game.

Por volta do ano de 1900, os americanos desenvolveram os primeiros jogos com as cartas-coringas e modos spli high-low.  Logo em seguida, os games semelhantes ao Texas Hold´em e o Omaha vieram no ano de 1925 e, por fim, acabou conquistando o mundo inteiro durante o período da Segunda Guerra Mundial.

No início não existiam as fichas tão tradicionais nos dias de hoje e, como é de se esperar, o “stack” era dinheiro de verdade, assim como as mesas eram feitas inteiramente com madeira e não havia nenhuma espécie de conforto. Como os jogadores profissionais (ou quase) passavam muito tempo sentados, a modalidade passou a ser muito exaustiva, o que levou a uma preocupação com algumas mudanças visando o bem estar dos jogadores. Cadeiras confortáveis, mesas com borda macia, fichas e etc vieram por essa questão.

Já o reconhecimento como uma modalidade esportiva aqui no Brasil veio apenas no ano 2000, devido a popularização no mundo inteiro, diversos campeonatos etc. Além disso, a estimativa é de que há cerca de 100.000 brasileiros cadastrados realizando apostas em sites de pôquer online.

Por falar nisso, mesmo sendo um jogo bastante tradicional, ele teve um “boom” de popularidade recentemente no mundo inteiro a partir do ano de 2003, quando um jogador até então amador chamado Chris Moneymaker conquistou US$ 2,5 milhões de dólares ao vencer o evento principal do campeonato WSOP (World Series of Poker ou Campeonato Mundial de Pôquer) e diversos sites passaram a surgir na internet apresentando jogos de pôquer como tapa buraco.

Outras curiosidades incluem o fato de que os campeonatos de pôquer começaram a ficar famosos graças ao canal ESPN e de modo acidental. Durante os anos oitenta, o canal esportivo internacional não tinha como preencher todos os espaços da programação, e utilizava jogos de pôquer como uma espécie de “tapa-buraco”. No entanto, as transmissões tão despretensiosas acabaram despertando o interesse de grande parte da população da TV americana.

Uma história bem curiosa da época em que o pôquer era associado ao Velho Oeste Americano está relacionada ao Wild Bill Hickock, que era xerife do Kansas e Nebraska, e ficou conhecido por dar nome a “Dead Man´s Hand”. Enquanto fazia suas apostas, um assassino resolveu atirar em sua cabeça e Hickock estava com um par de ases, um par de oito e uma dama. Segundo as lendas urbanas, quem tem essa combinação terá muito azar nos jogos de pôquer.

O Poker também tem diversas influências na cultura pop, incluindo o cinema. Entre os filmes mais famosos que retratam a realidade esportiva está A Mesa do Diabo, de 1965. Basicamente, ele conta a história de Eric “The Kid” Stone um jogador de pôquer que procura estabelecer uma boa reputação como melhor jogador da área durante a época da Grande Depressão causada pelo crash da bolsa de valores de Nova Iorque em 1929.

Na época, marcou a transição do diretor Norman Jewison dos filmes tipicamente de comédia para os filmes dramáticos. Além disso, não foi tão bem recebido durante seu período de lançamento, mas a longo prazo acabou ganhando reputação dos críticos de cinema.

Assim como alguns rituais em pesquisas sobre a neurociência que fazem você ficar feliz, se incluírem no Poker, o fato de se socializar nesse jogo e outros de cartas mesmo sem o uso de apostas, faz muito bem pra mente.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here