Carl Gustav Jung foi um psiquiatra e psicoterapeuta suíço que fundou a psicologia analítica. Jung propôs e desenvolveu os conceitos da personalidade extrovertida e introvertida, arquétipos e o inconsciente coletivo.

Seu trabalho tem sido influente na psiquiatria, psicologia e no estudo da religião, literatura e áreas afins.

O conceito central da psicologia analítica é a individuação – o processo psicológico de integração dos opostos, incluindo o consciente com o inconsciente, mantendo a sua autonomia relativa. Jung considerou a individuação como o processo central do desenvolvimento humano.

Ele acreditava que há arquétipos inconscientes que afetam profundamente o nosso comportamento. Encontramos esses arquétipos em mitos, contos de fadas e até mesmo dentro de nós mesmos! Faça o teste e descubra qual é o seu arquétipo: explorador ou herói? Talvez até rebelde?

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

8 COMENTÁRIOS

  1. Você é o sábio! De acordo com Carl Jung, o sábio representa o bom uso da inteligência e a busca da verdade. Você é paciente, reflexivo e é impulsionado por uma sede de conhecimento. Um de seus maiores medos é ser ignorante, enganado ou estar iludido Você é incrivelmente inteligente, mas arrisca-se a analisar uma situação até ser incapaz de tomar uma decisão. Você é o que se chama de “uma alma velha”.

  2. Você é a exploradora! De acordo com Jung, podemos encontrar esse arquétipo em muitos mitos e contos de fadas. Você é ua nômade inquieta, sempre cheia de desejo de viajar. Você vê a vida como uma grande aventura e você está sempre planejando seu próximo movimento. Este arquétipo tem sede de novas experiências e novas pessoas. Você é independente, adaptável, ambicioso e verdadeiro consigo mesmo. Seu senso de aventura é a sua maior força, mas você pode se arriscar a caminhar sem rumo e você pode achar difícil escolher uma direção. Canalize seu espírito aventureiro em algo produtivo!

  3. Sim, o meu também deu sábio, muito agradável ao ego mas, onde estão os defeitos?
    Apontar nossas próprias qualidades pode ser como criar uma mentira perfeita, se passarmos a observar apenas qualidades, como poderemos pontuar defeitos para trata-los?

  4. Você é o cuidador! Jung identificou esse arquétipo em muitas deusas e modelos femininos ao longo da história. Você é a figura da mãe: o cuidador altruísta e auxiliar. Todo mundo vem a você para um conselho. Você realmente ama os outros como a si mesmo e seu maior medo é o egoísmo e a ingratidão. Você manifesta compaixão e generosidade. Um psicólogo junguiano diria para você ter cuidado para não ser aproveitado por sempre buscar ser um mártir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here