Amado(a)…

Começar um novo dia

Com esperança e alegria

Não faz mais sentido

Sem a tua companhia.

A agonia da tua partida

É a ausência doída

Que nunca mais deixará

De ser sofrida.

A saudade esmaga o peito

Não faço nada direito

Pois, sem você, minha vida

Parece que não tem mais jeito.

Queria te encontrar agora

Com pressa e sem demora

Porque, após sua partida

Dói o passar da hora

Me desculpe por esse tormento

E todo meu choroso lamento

Mas quando penso em você

Me afogo em sofrimento

Até considero desistir

Deixar a vida e te seguir

Mas Deus é quem decide

O que ainda está por vir.

Sei que tudo tem seu tempo

Apesar desse árduo momento

É nas dádivas que tivemos

Que busco meu acalento.

Recordo da sua alegria

Toda vez que eu sorria

Pois, minha doce felicidade

Era tudo que você queria.

Sei, minha pesada aflição

Fere a tua emoção

Cada vez que eu choro

Esmago o teu coração

É que a vida não será a mesma

Disso tenho plena certeza

Meu grande desafio

Será vivê-la com grandeza

Vou buscar forças na magia

que existia quando você vivia

E se eu pensar em partir

Vou lembrar que você sofreria

Fácil não será esse recomeço

Ainda haverá algum tropeço

Mas com você no pensamento

Dia a dia eu me fortaleço.

E quando eu pensar no que foi vivido

Mesmo pelo pouco tempo compartido

Meu coração se encherá de gratidão

Por um dia você ter existido

Então, eu te prometo satisfeito

Mesmo com a vida desse jeito

Lutarei por meus sonhos

Em nome do amor em meu peito

Embora, com o coração esmagado

Por muitos ainda sou amado

Tenho que continuar firme e forte

para aqueles que estão ao meu lado

Um dia iremos nos reencontrar

Do nosso amor, de novo, desfrutar

Ao te contar o seguir da minha vida

Você irá se orgulhar

Mas antes venha visitar

No seu abraço me aconchegar

Sinta todo meu amor, embora,

Eu não possa te enxergar…

A saudade continuará a gritar

Não há como evitar

Mas saiba que aonde estiver,

sempre vou te amar.

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Luciano Cazz
"Luciano Cazz é publicitário, ator, roteirista e autor do livro A TEMPESTADE DEPOIS DO ARCO-ÍRIS." Quer adquirir o livro? Clique no link que está aí em cima! E boa leitura!

1 COMENTÁRIO

  1. Lindo poema de saudade, de um Amôr que partiu,dificel encontrar forças para superar tantas saudades,e para isso, é nunca esquecer o Amôr que viveu e viverá para sempre.Um abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here