Tá sentindo a pressão de todos os lados?

Dos amigos, da família, da escola, da sociedade?

Essa pressão por algum instantes tirou sua alegria, tirou sua convicção sobre sua própria identidade e todo o sentido daquilo que você faz?

Tenho algumas dicas pra você:

1. Lembre-se que qualquer coisa que você faça é porque você quer. Você não deve fazer nada para dar satisfação às pessoas, a sua família e nem a quem te financia. Sim, as outras pessoas são importantes, mas não se esqueça que os projetos são seus e não das outras pessoas. Pensando assim, você vai perceber que muito da pressão que você sente é porque isso por algum instante se perdeu pelo caminho.

2. Se preciso, pare por uma semana. Se necessário, perca aulas, peça uma semana de dispensa no trabalho e dedique um tempo para organizar os seus objetivos. Verifique se no meio do percurso você passou a ocupar o seu tempo com coisas que não fazem sentido e que estejam muito mais relacionadas a um desejo de conquistar um maior “status quo” do que de fato estejam relacionadas ao seu propósito de vida. Investir tempo em refletir se estamos na direção que planejamos dá um excelente retorno.

3. Verifique se sua presença das redes sociais está tomando um lugar mais importante do que deveria. Um desequilíbrio neste novo hábito pode produzir em você uma preocupação excessiva com o que as pessoas pensam e uma necessidade de aprovação exagerada, a ponto de você passar depender dos “likes”como uma forma de nutrir o seu sentimento de aceitação pelo meio. O que de fato importa é se você está cumprindo o propósito de sua vida. O resto é secundário e isso inclui a opinião das pessoas a seu respeito.

4. Você é livre e não é obrigado a fazer nada. Não tenha medo de mudar. Mudar planos, mudar metas, mudar de cabelo, estilo de se vestir, mudar de cidade, mudar de escola, mudar de trabalho, mas jamais mudar a sua essência. Mudar quem você é para tentar agradar as outras pessoas é como dirigir em direção a lugar algum e com pouca gasolina.

5. Você é jovem. Tem muito tempo pela frente. Não, você não é um fracasso, ainda que colecione muitos deles em várias áreas da vida. Na hora em que você estiver em paz com o seu propósito de vida, sem ser escravo das opiniões alheias e suas tarefas estiverem em harmonia com tudo isso, todos esses fantasmas podem desaparecer num estalar de dedos.

(Fonte: Geração de Valor)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA