“Todas as manhãs renascemos. O que fazemos hoje é aquilo que mais importa.” – Buddha

Todos os anos, o mês de Janeiro traz um otimismo renovado para mudarmos, para vivermos uma vida melhor, para sermos pessoas melhores – e há qualquer coisa de maravilhoso nisso. É maravilhoso porque representa um novo e fresco começo, dando-nos a oportunidade de reinventar as nossas vidas e até nós próprios. Permite-nos rejuvenescer, largar a bagagem acumulada no ano anterior e fazer aquilo que quisermos. Tudo é possível! Esta dádiva que recebemos anualmente tem de ser aproveitada, não só com a formulação e a concretização das resoluções de ano novo, mas através da reinvenção da forma como vivemos.

1. Largue tudo

A maior parte das vezes somos puxados para trás por um emaranhado de insucessos passados, compromissos, emoções e obstáculos vários. Não podemos mudar de emprego porque estamos habituados àquele que temos e mudar vai ser muito difícil. Não temos tempo para fazer exercício físico e cuidar da nossa saúde porque temos muitas outras coisas importantes para fazer. Não temos tempo para estarmos com quem mais gostamos porque temos demasiados compromissos. A isto chama-se “bagagem antiga” e é preciso livrar-nos dela. Um novo começo tem de ser fresco, por isso, largue tudo aquilo que é passado – sabemos que é mais fácil dizer do que fazer, mas pelo menos há que tentar! Livre-se dos velhos hábitos e crenças que têm controlado a sua vida no último ano(s); livre-se dos medos que tem acumulado dentro de si; livre-se do receio; livre-se das ideias preconcebidas que tem sobre a sua vida e como ela deve ser vivida. Esta é a sua oportunidade de recomeçar. Livre-se do ano que passou e comece uma página nova.

2. Decida o que realmente importa hoje

Esqueça, por agora, todos os objetivos que tem traçado para o ano novo e decida antes: o que quero fazer hoje? O que é mais importante para si, para a sua vida? Quais são as suas grandes paixões neste momento? O que é que o motiva? O que é que lhe traria maior satisfação? Regra geral, a resposta prende-se com a criação de algo, provavelmente algo novo, ajudar outras pessoas, tornar-se uma pessoa melhor, trabalhar num projeto que lhe é muito especial e que o fará orgulhoso uma vez concluído. Independentemente da sua resposta, o mais importante é que ela esteja bem definida na cabeça no início de cada dia. Pode ser algo em que terá de trabalhar o ano inteiro ou só um mês; ou então pode durar apenas uma semana, alguns dias ou apenas hoje. Não interessa. O que realmente interessa é o hoje – que hoje irá trabalhar com todo o seu coração no que é mais importante para si. E amanhã? Amanhã vê-se…

3. Livre-se das distrações e concentre-se

Feche a caixa de e-mail, Facebook, Twitter, todos os seus blogs preferidos, sites de notícias e fóruns sociais, desligue o telemóvel e esqueça todos os afazeres e pequenas tarefas que não lhe saem da cabeça… terá tempo para lidar com tudo isso mais tarde. Desligue-se do mundo, nem que seja por um pouco. Agora, procure a concentração. Inicialmente, tente concentrar-se durante 15 ou 20 minutos exclusivamente naquilo que tem entre mãos, mas depois tente aumentar esse tempo para 30 a 60 minutos. Concentre-se naquilo que é mais importante e durante o máximo de tempo possível, preferencialmente até terminar. No entanto, pode fazer uma pausa, até mesmo para verificar o e-mail ou o telemóvel, desde que consiga voltar rapidamente para o seu estado de concentração. Quando terminar, passe para a prioridade número dois e assim sucessivamente. 

4. Procure a felicidade agora

Não olhe para a felicidade como algo que chegará depois de ter concretizado determinado objetivo ou sucesso, ou então quando atingir um determinado nível de riqueza ou ter comprado mais alguns bens materiais. Não veja a felicidade como um destino, ou seja, como algo onde irá chegar um dia. É possível alcançar a felicidade neste preciso momento – nunca se esqueça disso. Se adiar a felicidade para mais tarde, ela nunca virá. Quando aprender a ser feliz agora, a felicidade vai estar sempre presente.Sempre que estiver a fazer aquilo que ama, aquilo que realmente importa, aquilo que merece o seu tempo, paixão e concentração… seja feliz! Está a fazer exatamente aquilo que gosta e isso é uma dádiva.

5. Reinvente-se, todos os dias

Todos os dias renascemos. Reinvente-se a si e à sua vida, todos os dias. Faça o que mais interessa nesse dia. Pode ser o mesmo que ontem ou não. Isso é o menos importante. O que realmente importa é o hoje – o agora mesmo. Seja apaixonado, seja feliz… agora mesmo. Terá a oportunidade de começar de novo todos os dias, não apenas no dia 1 de Janeiro… e isso é realmente poderoso.

(Fonte: http://estadozen.com/artigos/como-aproveitar-maximo-o-comeco-novo-ano)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA