Toda mãe sabe como é desconfortável quando as pessoas lançam olhares tortos e reclamações ao ouvirem o bebê chorar em lugares públicos. Em aviões, principalmente quando os vôos são longos, a situação é tão constrangedora que só de notar que há uma criança na aeronave, alguns passageiros já demonstram desagrado.

Rebekka Garvison, mãe da pequena Rylee, 4 meses, estava preparada para uma viagem estressante: a bebê não parava de chorar durante um vôo que partiu às seis da manhã de Chicago com destino a Atlanta, nos Estados Unidos. Então, algo inesperado aconteceu! Uma moça chamada Nyfesha Miller  que estava sentada ao lado da mãe e da filha – e que não as conhecia – perguntou se poderia ajudar Rebekka, pegando a bebê no colo. O resultado foi surpreendente: não só Rylee se aquietou e dormiu, como as duas passaram todo o trajeto juntas!

Em agradecimento, Rebekka fez um depoimento e publicou nas redes sociais. Emocionante, o relato teve mais de 100 mil compartilhamentos! Veja o que ela escreveu:

“Algo maravilhoso aconteceu comigo hoje e eu nunca conseguirei expressar satisfatoriamente o quão grata eu estou. Se alguém já viajou com um bebê, sabe que isso pode ser muito estressante. Hoje eu me lembrei de que existem realmente pessoas absolutamente incríveis neste mundo, mesmo que sejam completos estranhos.

Há algum tempo, eu estava planejando fazer uma viagem surpresa para meu marido e foi muito difícil viajar sozinha com Rylee e todas nossas coisas. Assim que entramos no avião, às 5h30 da manhã, estava muito silêncio e a aeronave estava cheia. Notei que os dois lugares próximos ao meu estavam ocupados e o casal parecia muito aborrecido. Pude notar pela linguagem corporal dos dois que eles não estavam animados com a ideia de um bebê se sentar ao lado deles. É claro que eu estava ficando nervosa e Rylee começou a chorar. Eu decidi perguntar para a atendente de vôo se eu poderia pular duas fileiras e me sentar em um local onde havia dois lugares vagos, onde eu teria mais espaço. Ela disse que sim e a única coisa que sei é que, logo em seguida, eu estava sentada ao lado de uma mulher incrível. Eu não sei dizer se ela pode perceber o quão estressada e chateada eu estava, mas ela transformou o nosso dia.

Não importava o que eu fizesse, Rylee não parava de chorar. Então, a mulher perguntou se eu me importava se ela tentasse ajudar e eu deixei. Assim que ela segurou Rylee, minha filha parou de chorar e ficou olhando para fora. Quando o avião decolou ela dormiu e permaneceu assim durante todo voo. A mulher ficou o tempo todo dizendo que não havia nenhum problema para ela segurar minha filha e que era até reconfortante fazer isso. Ela segurou Rylee até sairmos do avião e pegarmos o carrinho e eu não precisei lutar para fazer tudo isso sozinha.

Nyfesha Miller, você nunca vai entender o quanto esse ato de bondade fez minha família feliz. Você poderia ter apenas levantado seus olhos e ficar irritada, como todo mundo, mas você  a pegou, a segurou durante todo o vôo e me deixou descansar um pouco, me dando paz de espírito. Eu fiquei com lágrimas nos olhos quando vi Rylee dormindo ao meu lado. Eu simplesmente não podia acreditar como tudo acabou dando certo e o quão cuidadosa você foi com nós duas. Muito obrigada! Que Deus te abençoe!”

(Fonte: http://revistacrescer.globo.com)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



1 COMENTÁRIO

  1. Ato de respeito, caridade e generosidade.
    Passar pela vida e não participar, a vida não é uma janela, mas si um palco. Tds contracenando para q a ” coisa aconteça.
    Ao de nobreza.

DEIXE UMA RESPOSTA