Dia desses, analisando um ex-relacionamento do qual me tornei totalmente dependente dele, cheguei numa conclusão de que a gente não precisa necessariamente de alguém pra se sentir feliz e completo. É um absurdo acreditar nessa necessidade de ter alguém pra fazer da nossa vida, algo mais interessante.

Hoje eu penso assim: da mesma maneira que me imagino incluindo alguém nos meus finais de semana pra assistir um filme qualquer debaixo de um edredom comigo, ou fazendo planos e pensando em viagens nas férias, eu consigo perfeitamente me imaginar fazendo tudo isso e muito mais sozinho, sabe?

Claro que penso em ter alguém pra me ligar e falar como foi o dia de trabalho, me contar sobre os seus segredos e confusões e ouvir os meus medos e as minhas confissões. Confesso que é mágico ter alguém te fazendo um cafuné enquanto você conversa sobre o mundo. É foda ter alguém que você possa abraçar quando o teu dia for uma merda. É muito bom ter alguém pra te ouvir quando tudo que você precisa é desabafar, é bom ter alguém pra dividir o peso contigo, mas isso não deve ser uma necessidade, entende? Você pode preencher tudo isso sozinho, acredite.

Ter alguém na tua vida pra se sentir inteiro e feliz não deve ser uma necessidade em hipótese alguma. Querer alguém ao teu lado pra preencher espaços na tua vida não deve ser tua urgência porque você é capaz de preencher os seus espaços consigo mesmo. Você não precisa ter alguém pra se sentir realizado. E é por isso que acredito, defendo e levo como mantra pra vida a frase: ”Estar só, não significa ser sozinho”.

Eu posso ir ao cinema, comprar uma pipoca grande e um refrigerante de 500 ml, assistir ao filme até o final sem sequer desejar ter alguém ao meu lado. Estar só é muito mais aproveitar momentos e aprender a valorizá-los com a minha companhia, é viver a vida intensamente e ter em mente que eu posso sim fazer milhares de coisas sem necessidade de alguém ao meu lado. Estar só significa que nada do que farei sozinho será um tédio e pode sim ser tão memorável quanto ter vivido um instante com alguém. Estar só significa que eu posso seguir um caminho, mudar a rota na metade da viagem e ancorar a minha alma em qualquer lugar desse mundo, porque estar sozinho não vai me fazer ter medo, receio ou me sentir inseguro. Estar só nada tem a ver com se sentir só.

Você pode pedir uma pizza, escolher uma série na Netflix e assistir uma temporada inteira sem sequer se perguntar o por quê de estar fazendo isso sozinha. Se sentir bem consigo mesma não te deixa pensar na possibilidade de ter alguém ali pra melhorar um pouco a tua vida, porque no final das contas a tua vida já está foda pra caralho com você mesma que você não sente necessidade de preencher espaços com alguém. Esses espaços já estão ocupados preenchidos com a suas necessidades.

Esse texto pode soar um pouco egocêntrico, mas pensa comigo, temos tantas oportunidades que por vezes desperdiçamos só por não querer aproveitá-las sozinhos, temos tantos planos, viagens que podemos fazer sozinhos e tornar caminhos da nossa vida ainda mais intensos além de viver momentos inesquecíveis.

Você precisa estar bem consigo mesmo, amar a sua companhia, e por mais que às vezes você esteja só, não se sinta sozinho. Lembre-se que estar só não significa ser sozinho, como estar com alguém não significa estar acompanhado. Você pode estar com alguém e ainda assim, se sentir só. As pessoas sentem necessidade de estar e ter alguém ali do lado quando na verdade essa necessidade pode ser preenchida consigo mesmo. Por isso eu não perco mais o meu tempo com pessoas e relações complicadas ou confusas.

Ame e defenda os seus momentos de solitude.

(Autor: Iandê Albuquerque)

(Fonte: iandealbuquerque)

*Texto publicado com autorização do autor.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise

A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here