Muitas vezes vivemos em função do outro. Gastamos o que temos e o que não temos para impressionar, para demonstrar e até mesmo aparecer, e no fim de tudo não resta sequer um olhar, um muito obrigado ou um elogio. A pior decepção é aquela que nos abraça na hora errada e vem de quem menos esperamos.

Criamos expectativas demais com as pessoas à nossa volta. Cismamos que aparências e uma boa apresentação nos conecte com alguém que queremos. Vivemos ilusões perdidas e conquistas unilateral, muitas vezes. Quem nunca comprou algo para impressionar alguém e se decepcionou? Todo mundo, pelo menos uma vez na vida, inventou moda, pagou e ainda chorou desconsolada porque ele não percebeu.

Aprendi a fazer agrados para mim mesma, porque depois de muitos anos vividos, percebi que sou minha melhor plateia. Não é excesso de autoestima, não. Muito menos confiança demais, é apenas ter consciência que homens apreciam outras coisas. Raramente vamos encontrar um homem que consiga distinguir uma roupa de boutique com uma de brechó, um sapato caro com algum de liquidação, uma colônia barata de um perfume bom e caro, porque para eles, o imprescindível é a companhia, o carinho, o sexo, o beijo, a pegada, o cheiro natural. Então, aprendi a gastar com mais atenção, algumas horas a mais em casa, carinho dobrado e conversa que convence e acolhe.

Demoramos muito tempo para aprendermos que superficial, supérfluo e falta de contexto matam os encantos. Ninguém precisa ter aparência impecável e cara para encantar, é preciso apenas demonstrar através da simplicidade amor e acolhimento. Uma roupa bonita, um sapato lindo, jóias e maquiagem, muitas vezes, encantam apenas vitrines, porque ninguém vive de aparências.

Leia Mais: “Essência da Amizade”, texto de Dalai Lama

Exupéry disse: “o essencial é invisível aos olhos”, tão invisível que se compara com a nudez do amor. O amor é tão puro que tem a necessidade de ser transparente, invisível. Se é amor, aquela roupa de grife, aquela bolsa com quatro ou mais dígitos continuarão sendo apenas detalhes, porque uma representação de você não vai ter a mesma importância que a sua essência. E homens, por incrível que pareça, trocam qualquer Valentino, Dior, Chanel por essência e bom humor. Pena, que só entendemos isso depois que já nos preocupamos demais em retocar a maquiagem, escovar os dentes antes dele acordar…

É importante cuidar de nós mesmos, comprar o que nos fazem felizes, gastar com supérfluos, andar na moda, ser impecável, desde que isso te dê aquela sensação de felicidade, de prazer… E se isso não impressionar quem você quer, por favor, não fique triste ou pense que gastou tempo e dinheiro à toa, porque quem deve se impressionar com você antes de qualquer outra pessoa, é você mesma. Faça o seu melhor para você, sempre! Assim, você não vai se decepcionar.

Não é preciso comprar a roupa mais linda para conquistar, porque homens não prestam atenção em detalhes, então compre para você mesmo e se aprecie. Alguém que você quer ao seu lado, vai se preocupar com o que está dentro dos seus pensamentos e coração. O amor tem a exigência de ser leve e inteligente, porque é pura essência.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Simone Guerra

Professora e colunista do site Fãs da Psicanálise.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here