Lembre-se de esquecer” – (Kant).

Pensando sobre… Certas coisas nem merecem ocupar espaços em nossa memória, muito menos em nossos corações. Devem realmente sumir sem deixar rastros.

Não ocupe sua mente com aquilo que só irá fazer peso. Deixe ir! É importante esquecer aquilo que não faz sentido algum trazer a nossa memória.

Reserve espaços para o que foi bom, o que foi agradável, o que valeu a pena.

Quando ficamos atados a algumas memórias elas nos aprisionam a uma situação que não vale mais reprises.

Lembre-se de esquecer o que te feriu. Libere seu perdão e siga! O esquecimento vem como consequência desse perdão. Algumas amarras devem ser desfeitas.

Caso contrário, estaremos presos ao passado irremediavelmente. Cuide enquanto há tempo para isso.

Lembre-se de esquecer quem te fez sofrer, quem te fez chorar e lembre-se de guardar no coração aqueles que trazem risos à sua vida.

Não precisamos perder tempo pensando no que se foi… Se foi, foi por alguma razão e já não importa mais. Ah, lembre-se de esquecer aquele mal entendido, aquela rusga, aquele desafeto.

Não somos perfeitos e nossos amigos também não. A vida passa, os sentimentos mudam e algumas pessoas também.

Por isso, lembre-se de esquecer os atos impensados e desnecessários. Eles podem estragar seu presente e contaminar seu futuro. Passou! Lembre-se de guardar apenas o que é e o que foi essencial.

O que não for, pode ser deixado pelo caminho. Só não pode ocupar espaços em seu coração. Isso, não!

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Layde Lopes

Assistente Social por formação, psicanalista por vocação, coach por opção, practitioner em PNL por missão e escritora por paixão. É colunista do site Fãs da Psicanálise.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here