Algumas pessoas vêem a vida como se fosse um oceano.

Essas pessoas vão para onde a corrente as levar.

Leia mais: Qual o propósito da sua vida?

Outras pessoas vêem a vida como uma bola de argila em suas mãos – algo a ser moldado e detalhado e realizado.


Em um oceano, você é algo pequeno e indefeso, rodeado por outro algo muito maior do que você mesmo. E pode fazer você se perguntar sobre que vida é essa que você mesmo está vivendo.

Mas, às vezes, o oceano pode levar você a lugares misteriosos que você nunca soube que você queria ir.


Segurando uma bola de argila, você é todo-poderoso. Sua vida toma a forma que você quiser lhe dar – e é surpreendente como pode ser uma vida moldável quando você a trata como argila. Às vezes, você molda sua vida em algo que só te faz se sentir bem.

Leia mais: Conformar-se ou ousar … qual sua escolha?

Mas se você não tiver cuidado, você pode fazer algo que não queria.

A questão não é se a vida é melhor vivida como um oceano ou uma bola de argila. É sobre quando é a hora certa e a hora errada de viver em cada forma.

(Autor: Tim Urban – Formado em Ciências Políticas pela Harvard University, é autor do site Wait But Why e fundador da ArborBridge)
(Fonte: ano-zero.com)
* Texto publicado com a autorização da administração do site

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA