Ser introvertido é um traço de personalidade muitas vezes mal entendido. Hoje, é assunto de diversos livros, blogs e revistas on-line.

Como muitas pessoas não cientistas começaram a falar sobre a introversão, o psicólogo Jonathan Cheek começou a notar que o jeito como muitos introvertidos definiam seus traços eram diferentes de como ele e a maioria dos acadêmicos usavam.

De acordo com Cheek, quando examinamos pessoas na rua, várias delas se descrevem introvertidas e quietas, pensativas ou introspectivas. No entanto, nenhum desses traços são partes da definição de introversão de acordo com a literatura científica.

A Psicologia da Personalidade define introversão pelo que ela não é: extroversão. Se extrovertidos são pessoas assertivas e entusiasmadas que se dão bem em ambientes sociais, então os introvertidos são o oposto.

Leia mais: Os introspectivos cabem neste mundo?

Entretanto, Cheek descobriu através de sua pesquisa que, quanto mais ele entrevistava as pessoas que se autoproclamavam introvertidas, mais percebia que aquilo não era tão simples.

Cheek acredita que existam 4 tipos diferentes de introversão: sociável, pensadora, ansiosa ou contida.

Os introvertidos sociáveis são os que mais se encaixam na definição de “oposto do extrovertido”. Eles escolhem ficar em grupos pequenos ou até mesmo nenhum. Preferem ficar em casa com um livro ou estar num grupo de amigos próximos. Isso é diferente da timidez em que a ansiedade social não é o principal motivo da preferência por ficar sozinho.

Os introvertidos pensadores refletem muito sobre si mesmos, são introspectivos e pensativos. Não evitam situações sociais, mas Cheek diz que são capazes de “se perderem num mundo interno de fantasias”. “Mas não de um jeito neurótico, e sim de uma forma imaginária e criativa.”

Leia mais: Tímidos: prisioneiros das suposições

Os introvertidos ansiosos podem procurar solidão por se sentirem estranhos e por terem uma “crise de consciência” ao redor de outras pessoas. Isso acontece porque não são muito confiantes em suas habilidades sociais. Muitas vezes, sua ansiedade não diminui mesmo quando estão sozinhos.

Outra palavra para descrever os introvertidos que se contêm é “reservados”. Os introvertidos contidos parecem operar num ritmo ligeiramente mais lento, preferem pensar antes de falar ou agir. Também podem demorar um pouco para irem embora de algum lugar. Não conseguem, por exemplo, acordar e imediatamente já entrar em ação.

(Autora: Amanda Magliaro Prieto)
(Fonte: eusemfronteiras.com.br)
*Texto publicado com autorização da administração do site

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


3 COMENTÁRIOS

  1. Eu sou introvertida, anti social, depressiva, ciumenta, invejosa, auto estima baixa. Embora eu seja muito amorosa, humana, totalmente sincera e me colocar no lugar dos outros. Sofro demais com ciúmes e baixa auto-estima, todos dizem que sou muito bonita, mas nao concordo. E depressão. .. faço quase dois anos de terapia, tto psiquiátrico, mas até agora não melhorei em nada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here