Estudando o desenvolvimento humano, deparo-me com várias questões, entre elas: quantas idades se tem?

Magda Maria Silva Tavares  e Valéria Sena Carvalho, consideram que ” o envelhecimento humano pode ser compreendido como um processo complexo e composto pelas diferentes idades: cronológica, biológica, psicológica e social.

A Idade cronológica

é aquela da carteira de identidade, porém, Hoyer e Roodin (2003) citam que a idade cronológica “refere-se somente ao número de anos que tem decorrido desde o nascimento da pessoa, portanto não é um índice de desenvolvimento biológico, psicológico e social, pois ela por si só não causa o desenvolvimento. A idade é meramente um marcador aproximado do processo que influencia o comportamento ao longo do tempo.”

A idade biológica

é definida pelas modificações corporais e mentais que ocorrem ao longo do processo de desenvolvimento e caracterizam o processo de envelhecimento humano, que pode ser compreendido como um processo que se inicia antes do nascimento do indivíduo e se estende por toda a existência humana.

” As mudanças e as perdas fazem parte do envelhecimento. A partir dos 40 anos, a estatura do indivíduo diminui cerca de um centímetro por década, principalmente devido à diminuição da altura vertebral ocasionada pela redução da massa óssea e outras alterações degenerativas da coluna vertebral. A pele fica mais fina e menos elástica e com menos oleosidade. A visão também declina, principalmente para objetos próximos. A audição diminui ao longo dos anos, porém normalmente não interfere no dia-a-dia. Com o envelhecimento, o peso e o volume do encéfalo diminuem por perda de neurônios, mas, apesar desta redução, as funções mentais permanecem preservadas até o final da vida.” COSTA & PEREIRA, 2005.

Idade Social

A idade social se relaciona com os hábitos e status social do indivíduo e se também com a idade cronológica e psicológica.

Neri (2001) afirma que a “idade social diz respeito à avaliação do grau de adequação de um indivíduo ao desempenho dos papéis sociais e dos comportamentos esperados para as pessoas da sua idade em um dado momento da história de cada sociedade.

Percebe-se que a idade social corresponde, assim, aos comportamentos atribuídos aos papéis etários que a sociedade determina para os seus membros.”. A cultura tem um importante papel nesse aspecto, pois define como uma sociedade vê as crianças, os jovens, os adultos e os idosos e o processo de envelhecimento.

Idade Psicológica

Hoyer e Roodin (2003) definem a idade psicológica como as habilidades adaptativas dos indivíduos para se adequarem às exigências do meio. “As pessoas se adaptam ao meio pelo uso de várias características psicológicas, como aprendizagem, memória, inteligência, controle emocional, estratégias de coping etc. Há adultos que possuem tais características psicológicas com graus maiores que outros e, por isso, são considerados “jovens psicologicamente”, e outros que possuem tais traços em graus menores e são considerados “velhos psicologicamente”.

Neri (2001) define a idade psicológica como “a maneira como cada indivíduo avalia em si mesmo a presença ou a ausência de marcadores biológicos, sociais e psicológicos da idade, com base em mecanismos de comparação social mediados por normas etárias.”.

Agora com esses conceitos, você já consegue definir quantas e quais idades você tem?

Compartilhar
Rachel Cantelli
Psicóloga. É colunista do site Fãs da Psicanálise.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA