E aí, qual é a nova habilidade que você vem aprendendo nesses últimos tempos?

O modelo de aprendizado segue algumas etapas essenciais, além de acompanhar variações do nível do emoção positiva que sentimos durante o processo. É aquela ansiedade e vontade de continuar aprendendo, já sentiu?

Então… o gráfico que representa este processo é mais ou menos esse aí. Não fica ansioso não, vamos explicá-lo ao longo do texto.

Isso funciona pra tudo. Seja a quarta vez que você está começando um novo curso de inglês, mas parece que na hora de se comunicar não consegue dizer uma frase. Sem contar aquelas suas aulas de dança, depois de meses de prática desistiu, pois parecia que cada passo tinha que pensar no que fazer, era sufocante.

Saber como você aprende novas coisas é importante para acelerar todo esse processo. A Programação Neurolinguística (PNL) mostra quais são os passos essenciais.

Vamos aprender como aprender mais?

1. Incompetência Inconsciente (II)

Aqui é antes de tudo começar, antes de iniciar as aulas de direção, aquele estudo de inglês ou o curso de dança.

Nesse período não temos consciência da existência de uma possível habilidade.

Não vemos a importância de aprender tal habilidade e não ficamos interessados em como aplicar. Por exemplo, eu não toco violino. Além de não saber, não tenho interesse e nunca busquei sobre o assunto (talvez por enquanto). Em relação à habilidade de tocar violino estou no II.

Tudo começa a partir do momento em que temos a atitude de aprender.

2. Incompetência Consciente (IC)

Agora temos a consciência que somos incompetentes.

Antes, ainda não sabíamos da falta de competência porque não tínhamos começado a praticar.

É a parte que tudo é novo, normalmente ficamos apenas na teoria e pouco de prática. Na área de aprendizado em direção, estudamos leis de trânsito, funcionamentos do veículo e como trocar as marchas por exemplo. Já nas aulas de inglês, aprendemos o abecedário, principais verbos e conjunções.

Leia Mais: Tudo que você precisa saber sobre suas emoções e nunca te contaram

Essa fase sempre é difícil, porém possuímos uma alta motivação, já que sabemos que todo começo do processo de aprendizado é novo e complexo. Além disso agora enxergamos o grande valor de um dia ter tal habilidade.

Como mostra o gráfico, é nesta parte que estamos com grandes emoções positivas, porém nível de habilidade baixo, já que estamos iniciando. Normalmente as pessoas desistem na próxima etapa.

3. Competência Consciente (CC)

Nessa fase já podemos executar a habilidade, porém é bastante difícil pois temos que pensar em tudo que fazer.

É fazer tudo pensando qual será o próximo passo.

É se comunicar em inglês de forma muito lenta, lembrando de cada palavra e elaborando a frase aos poucos. É dançar pensando em cada passo e como se executa de forma correta.

Esse é o motivo que leva muitas pessoas à reprovação na prova da autoescola. É fazer tudo pensando enquanto dirige: “Em qual marcha estou?”, “Primeiro começar a frear, depois embreagem”. Já sentiu aquele suor frio e nervosismo que tomam conta da situação?

Normalmente aqui é onde as pessoas desistem. Começam a cometer inúmeros erros na prática e acabam desmotivando. Não temos mais aquela grande emoção para continuarmos praticando, pois o resultado é lento e necessita muita disciplina.

Se você tiver disciplina e não desistir, irá chegar no último estágio do aprendizado!

4. Competência Inconsciente (CI)

Agora tudo fica fácil e não sabemos porque.

É executar a habilidade sem precisar pensar.

Leia Mais: Aprenda a identificar e gerenciar suas próprias emoções e as emoções dos outros

É quando conseguimos nos comunicar em inglês sem precisar ficar “buscando cada palavra”, dizendo frases de forma contínua. É entrar no fluxo harmônico da dança e executar, sem pensar em cada passo.

Mas como atingimos esse estado?

Simples. Treinando e errando, um processo constante. Depois de muita prática, começamos a trocar as marchas sem precisar olhar para o câmbio, dar partida naquela “subidinha” sem muito sufoco.

É a fase da maestria, executando a habilidade inconscientemente. Aqui, o nível de emoções positivas é muito alto, pois sentimos que dominamos aquela habilidade e queremos aprender mais e mais.

Alcançando a maestria

Agora que você tem o conhecimento do processo de aprendizado e variações da emoção ao longo das etapas, fica mais fácil alcançar seus objetivos. Classifique em qual fase está e também tenha a percepção que apenas praticando e errando muito ficará competente naquela habilidade.

Existem pessoas que possuem maior facilidade para determinadas áreas, encurtando todo o processo. Mas não importa qual seja seu objetivo. Pratique incansavelmente e tenha em vista que errar faz parte de todo o modelo.

(Autor: Matheus Castelo)

(Fonte: ano-zero)

*Texto publicado com autorização do site parceiro.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here