A figura deste animal que suga o sangue de outros podendo crescer dez vezes mais de seu tamanho original é repugnante e assusta. Quando explico para meus pacientes sobre as características de uma pessoa com personalidade sanguessuga, fica mais evidente a relação que têm com certos parceiros sentimentais.

Com certeza você conhece um tipo de pessoa que deseja que lhe deem muitos benefícios em troca de esmolas.   Estas criaturas nos atraem, valorizam aquilo em que temos maior insegurança (profissional, estética, na rotina) e depois sugam toda nossa energia emocional, são pessoas que possuem o dom de nos hipnotizar, de nos anestesiar a consciência com falsas promessas, até sucumbirmos ao seu encanto. Eles parecem melhores que as pessoas comuns, são inteligentes, talentosos, possuem bens. Seduzem-nos de tal maneira, que confiamos mais neles do que em qualquer outra pessoa. Passamos a ver somente eles em nossa vida.

Segundo a psicóloga Maria Laura Ramalho Vasquez os sanguessugas têm um olhar de mundo bem diferente das outras pessoas, com percepções distorcidas, anseiam por metas inatingíveis. Estão sempre à espera de atenção total e exclusiva de todos. Esperam um amor que se dê por inteiro, mas que nunca queiram ou exijam nada em troca. Estes “seres” são imaturos e irresponsáveis. O entusiasmo é efêmero, restringe-se a anseios por divertimentos, supérfluos e fantasias. Desejam ter alguém que cuide de tudo o que seja chato ou difícil (as responsabilidades) fogem das pessoas que lhe cobram atitudes ou que lhe exigiam comprometimentos.

Durante a minha vida me deparei com diversos tipos de pessoa sanguessuga, que retiram a personalidade e a identidade de outras.

Repare: o sanguessuga emocional quando se aproxima de sua presa, gruda, é pegajoso, não a quer dividir com ninguém, parece que só existe aquela pessoa.  A vítima não pode fazer outros amigos, o sanguessuga não permite, só pode fazer o que ele mandar. Se não for assim, começam as chantagens.

Segundo alguns estudos publicados na Internet, outras características são a falta de limites e as dificuldades em obedecer autoridades, sem contar as mentiras e enganos que pratica para alcançar seus objetivos. O sanguessuga não tem limites para nada na vida, apesar de em alguns casos conseguir ser extremamente responsável – como na vida profissional, por exemplo – o que demonstra mais uma vez o desequilíbrio nos limites.

Saiba mais: Sanguessugas emocionais - Parte 2

Os sintomas na vida das vítimas são normalmente: perda de identidade, problemas na vida financeira, confusão na vida emocional, perda de outros amigos e possivelmente o desenvolvimento de uma patologia. Só percebemos o sanguessuga presente em nossa vida, quando eles desaparecem pela noite deixando-nos com algum tipo de dor, principalmente de cabeça e com o coração partido.
O sanguessuga pode compartilhar nossa cama, ora como um parceiro amoroso, ora como um estranho frio e distante, mentem o tempo todo.

Se você é um sanguessuga ou uma vítima dele, procure ajuda. Atenção: o sanguessuga tentará lhe impedir. O mais incrível é que o sanguessuga sempre aceita ajuda e reconhece seu problema, mas mesmo assim não consegue mudar, logo vai procurar uma nova vítima que possa sugar, isso pode demorar algumas semanas, meses ou anos, dependendo da necessidade de troca de objeto.

Não permita que os sanguessugas dominem sua vida emocional, se algum desses chegar perto de você, fique alerta.

(Autor: Natthalia Paccola é jornalista, bacharel em Direito, mestre em Geociências e Psicanalista.

Desenvolve um trabalho intenso na psicoterapia online, é dela também o site, a fanpage, Instagran e Twitter Fãs da Psicanálise)

Compartilhar
Natthalia Paccola
Psicanalista, Jornalista, bacharel em Direito e mestre em Geociências. Há anos desenvolve um trabalho intenso na Psicoterapia Online através de Skype e Facetime. É responsável por várias mídias sociais que levam o nome do site que idealizou e dirige, o Fãs da Psicanálise.



31 COMENTÁRIOS

    • Existem! Com o texto vi que tenho um. Não tem consciência do que faz, acha que é sua opinião e características das pessoas que nascem de sua regiãoregião. É triste

  1. Ahh e se existem, acabei de conseguir a muito custo me livrar de um terrivel, acho q consegui me livrar de desenvolver uma patologia como acredito q estava acontecendo, gracas a Deus sai dessa. E eh exataments como o texto descreve, sem tirar nem por.

  2. Isso está me parecendo mais uma descrição de um psicopata… Seria o caso de ser uma das facetas deles? Pode um sanguessuga não ser um psicopata ou vice-versa?

  3. Um saguessuga permaneceu por 4 anos na minha vida, quando eu tentei sair do relacionamento ele tentou me matar … ainda bem q não conseguiu… Depois disso, tirou a própria vida. :'(

  4. Sim, essas pessoas existem. Mas trata-se de um comportamento patológico e me espanta um texto de psicanálise orientando as pessoas a ficarem longe. Jesus!!!

    • Não é fácil mudar um comportamento.Exige muita determinação e vontade.Alem da compreensao dos que estao proximos.Mas justamente o(a) sanguessuga tem dificuldades em levar algum assim a serio.De uma certa forma todos temos um pouco de sanguessuga de diferentes formas embora nem sempre isso possa ser patologico,mas devido a propria formacao familiar e atraves tambem dos “Valores” constituidos em sociedade como necessarios. Embora a mentira e outros comportamentos sejam rejeitáveis.Existe uma certa “aprovacao” meio velada. o que torna mais dificil o reconhecimento do seu comportamento

  5. estou passando por isso estou com uma pessoa que um sangue suga na minha vida profissional ,abri mão da minha vida para essa pessoa prosperar profissionalmente hoje estou fora do mercado á 4 anos pois mudei muito de cidades ate de estado para essa pessoa crescer mas percebi que é uma pessoa infiel e desleal estou querendo me afastar …. é não consigo estou dependendo financeiramente…

  6. Mas e quando o sanguessuga é sua própria mae? Precisamos nos afastar porque ela mudou de país por um tempo. Durante este afastamento, minhas fichas comecaram a cair. Pela forma como nos relacionávamos à distância, comecei a perceber que a doacao, principalmente emocional, era muito grande da minha parte. Eu cresci, me desenvolvi psicologicamente e ela continua exigindo de mim o mesmo que antes. Nao posso mais com esta situacao e tenho vontade de romper definitivamente com ela.

  7. Eu conhecia por outro nome , vampirismo , e realmente suga sua energia vital ,

    às vezes consciente , às vezes inconscientemente , eles o fazem , são sedutores(a)

    influentes / persuasivos , gostam de lugares onde há bastante pessoas , e realmente

    drenam a energia das pessoas , vc pode estar feliz , numa boa , depois que encontrou

    ou tocou nessa pessoa , fica depressivo ,cansado , sensação muito ruim .

    • Já enfrentei diversos sanguessugas emocionais e, para fugir deles lhe dou duas dicas: “…é uma armadilha Bino!” e “Run Forest, run!”. Espero ter ajudado. Um grande abraço e boa sorte!

  8. Sai recentemente de um relacionamento assim! Foi muito doloroso conviver com esta pessoa… Hoje estou tentando buscar ajuda para me refazer afetivamente, espiritualmente, financeiramente e socialmente. Sugou minha vida, e este texto relata exatamente todos os seus comportamentos e as consequências deixadas.

  9. Todos somos isso em alguma fase da vida e/ou com determinadas pessoas.
    Aliás, a grande questão é que a maior parte dos relacionamentos humanos são uma competição para ver que suga mais.
    Na sociedade atual existe uma busca incessante por status e statuos quo, em lugar de busca por equilíbrio.
    A maior parte das pessoas assenta o seu bem estar em expectativa, daquilo que os outros devem ser, daquilo que os outros podem proporcionar… E não é só a nível material, também emocionalmente.
    Li um comentário acima, em que alguém diz ter sido alvo de assassinato, por alguém que acabou por se suicidar. Será que a sanguessuga não foi quem sobreviveu? As sanguessugas sobrevivem sempre!
    É fácil apontar o dedo aos outros e acharmos que temos sempre a razão.
    A grande verdade é que se há uma sanguessuga é porque há alguém que se deixa sugar

  10. Incrível como, após ler esse texto, descobri que convivo com um todos os dias… Pessoas assim deveriam se tratar, nós as vítimas sofremos muito com isso, muitas vezes nos distanciamos da pessoa para não ficarmos machucados.

  11. Seu texto parece descrever meu último namorado, parece até que você o conhece ou soube algo sobre meu relacionamento.
    Incrível como você descreveu a personalidade dele. Parabéns.

  12. Faz um mês que terminei, e infelizmente minha ex era assim.
    É uma situação muito estranha que só após sairmos conseguimos começar entender por alto o que acontece com nós durante tanto tempo.
    Essas pessoas normalmente tem muitos traumas e problemas passados, resultando em grandes frustrações no presente.

  13. É interessante ver e notar cada situação, jeito sem por nem tirar em alguém que já passou por nossa vida ou ainda está… Uma ex amiga era exatamente assim, e mesmo depois de partir o meu coração ainda tentava manter contato, mesmo depois de uma discursão feia falando que nunca mais desejaria ter qualquer contato com ela… E mesmo assim a pessoa ainda tenta te sugar até a última “gota de sangue”.

  14. hoje dou risadas pelo q passei´por volta de três anos fui vitima de uma criatura,me sentia o tempo todo prisioneira da mesma,meus sentimentos eram de ser usada,manipulada,enganada e quando comecei a resistir foi q começou a tortura,fui ignorada, desprezada, humilhada ao ponto de ficar louca. Procurei ajuda pois fiquei doente , confesso não foi fácil .E quero deixar bem claro q essas criaturas são reias e podem te matar se for fraca e que elas no entanto não tem responsabilidade pelo que fazem por acharem que não a punição.

  15. Psicanalista, Jornalista, bacharel em Direito e mestre em Geociências

    Acho interessante suas áreas de atuação… Perdoe a franqueza mas não vejo como Psicólogo qual a base acadêmica que você possue para uma análise como essa.
    Pense melhor antes de escrever algo assim.

    • Oi Vicente, tudo bem? Agradeço por ter pesquisado a minha formação, é realmente muito ampla. Querido, para ser Psicanalista não há necessidade e de ser psicanalista e por isso fiz a formação de Psicanálise em duas Instituições, isso mesmo, sou formada em Psicanálise em duas instituições diferentes. Concordo com você, é preciso pensar – digo mais, pesquisar – melhor antes de escrever. Abraços.

DEIXE UMA RESPOSTA