Criar filhos com certeza não é uma tarefa fácil.

A responsabilidade de cuidar da formação de uma pessoa é muito grande, e quem se dispõe a fazer isso com dedicação, merece reconhecimento.

Se você tem tido problemas com o mau comportamento dos seus filhos, este post pode ser bastante útil.

Crianças em todo o mundo tende a fazer birras, mas se isso não for controlado, pode resultar em grandes problemas no futuro.

Emma Jenner, a “Super Nanny” da versão americana de um conhecido programa de TV, revelou cinco atitudes que os pais costumam tomar, mas que prejudicam na educação dos filhos.

Ela também chama a atenção dos responsáveis que tentam agradar às crianças fazendo tudo por elas. A consequência desse mal é que a sociedade acaba formando pessoas que têm medo de desafios e não sabem superar obstáculos sozinhas.

1. Ter medo de que o filho chore

Vamos supor que o café da manhã está na mesa, mas seu filho só quer beber o leite se for em outro copo. Você tem duas opções: se levantar e procurar um copo que agrade a ele ou dizer que só tem aquele e que ele precisa se alimentar.

Leia mais: Ansiedade infantil: por que precisamos ensinar as crianças a esperar

Muitos pais ficam com medo de ver o filho chorando e gritando, mas precisam entender que são eles quem mandam na casa e não as crianças.

Se a criança chorar, ignore até que ela faça o que você determinou. Caso contrário, seu filho vai aprender que, todas as vezes que chorar, a vontade dele será feita.

2. Justificar os erros das crianças

Se diante de um mau comportamento você diz “as crianças são assim mesmo”, então elas vão acreditar nisso.

Leia mais: Crianças mandonas: a Síndrome do Imperador

As crianças são mais capazes de nos surpreender do que nós podemos imaginar.

Não ache normal o que é errado – erro é erro e precisa ser consertado.

3. Não deixar que outras pessoas repreendam seu filho

Já pensou como é ruim o professor ou funcionário da escola reclamar com seu filho e você mostrar irritação por isso?

Leia mais: O jardim de infância é mais importante que a faculdade

A criança vai sempre se sentir acobertada porque ninguém pode repreendê-la.

Não faça isso!

4.Colocar o filho em primeiro lugar antes de qualquer outra coisa

Sabemos que os filhos são o grande tesouro dos pais na terra, mas isso não nos dá o direito de parar tudo o que estamos fazendo para atendê-los.

Leia mais: Mulheres sofrem preconceito ao abrirem mão da carreira para cuidar dos filhos

Muitos pais não sabem colocar limites e basta um pedido das crianças para que eles saiam correndo para atender, ignorando as muitas limitações que podem ter naquele momento.

Deixe claro para as crianças que tudo tem sua hora e que elas devem saber esperar.

5. Buscar distrações com eletrônicos

Muitas crianças hoje em dia não sabem esperar a comida ficar pronta, a fila do brinquedo andar ou qualquer outra coisa porque ficam chorando.

Como paliativo, os pais entregam aparelhos eletrônicos para evitar que os filhos fiquem irritados.

Leia mais: Os efeitos do uso diário de games

Isso é muito ruim! Ensine as crianças a ter paciência. Mais do que isso, sempre que possível, insira-as nas atividades.

Ou seja, se o almoço vai demorar a ficar pronto, então a convide para ajudar a “pegar na massa” e interagir com você.

(Fonte: curapelanatureza.com.br )

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA