Até uns anos atrás, quem fazia curso de inglês, em horário contra turno ao estudo, era somente as pessoas ricas, se lembra?

Hoje em dia, o inglês é quase que um requisito obrigatório para todos aqueles que buscam um mercado de trabalho mais amplo e condições financeiras mais estáveis. Para essa demanda, os horários para o curso se tornaram muito mais flexíveis e acessíveis, certo?

No entanto, os brasileiros sempre procuram um intercâmbio, ao concluir o curso, para expandir o seu vocabulário e fluência na nova língua e, assim, conquistar o mercado de trabalho.

Porém, há uma situação inversa do outro lado do nosso continente.

Em Chicago (EUA), por exemplo, existem vários idosos aposentados vivendo em casas de repouso, onde a preocupação não é como falar (pois o idioma já o inglês), mas sim com quem falar, afinal, eles vivem sozinhos e sem uma companhia jovem.

Pensando nesses dois lados, a CNA resolveu criar uma campanha, onde alunos e idosos querendo conversar são unidos pela tecnologia.

E o resultado é maravilhoso, dá só uma olhada:

Não estamos fazendo propagandas, apenas mostrando que o seu inglês pode ser expandido sem você sair de casa e, ainda, poderá fazer alguém muito feliz do outro lado da América.

Autor(a): Fernando
(Fonte Original: fiquesabendo.org)

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

27 COMENTÁRIOS

  1. Quero saber se tenho que estar fazendo curso nesta escola para participar? Não faço aulas em nenhuma escola,sei falar mais preciso aperfeiçoar o que sei ,tenho 49 anos amo todas as liguagens,quero participar como faço?

  2. Não faço inglês no CNA mas gostaria imensamente de participar deste programa por dois motivos:
    Gosto imensamente de conversar com pessoas idosas e preciso aprimorar meu inglês tenho 59 anos e uma vontade herculea de aprender.

  3. Enviei e-mail para vocês, pois não sou mais jovem e não posso pagar para estudar. Essa é uma ideia maravilhosa e gostaria de participar. Para mim é tão importante como para as pessoas que estão sozinhas nos Estados Unidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here