Estamos no meio de uma mudança importante para toda a humanidade. Nos últimos meses, a pandemia de coronavírus afetou nossas vidas de maneiras sem precedentes. Fomos forçados a reconsiderar como interagimos com os outros e nos isolarmos em nossas próprias casas. Ainda há muito a aprender, mas é emocionante ver nações trabalhando juntas para encontrar uma cura para o vírus.

Deixando de lado a retórica política, acredito que a humanidade está no precipício de expandir sua consciência. Você percebeu esse senso de cooperação em seu próprio país? Você já viu pessoas ajudarem outras pessoas, como idosos, vizinhos, amigos e familiares?

Existe um senso maior de colaboração que ocorre quando a tragédia se inicia. Despertamos nosso espírito afim de ajudar os outros de maneira altruísta. A humanidade negocia moedas há tanto tempo quanto podemos lembrar, o que contribuiu para a civilização moderna e as economias mundiais. No entanto, criou a ganância e uma distribuição desigual da riqueza. O dinheiro criou pessoas privilegiadas e sociedades desfavorecidas. Por esse motivo, acredito que nossa intuição se tornará uma forma de moeda no mundo pós-coronavírus. O que quero dizer com isso?


Livro

Para aqueles que aproveitaram sua intuição, eles sabem que é uma faculdade preciosa. Nossa intuição está associada à ressonância da alma e fala em sussurros silenciosos, em vez da voz alta do ego. Portanto, à medida que nossa consciência despertar nos próximos anos, nossa intuição será a moeda mais forte entre essa mudança. A intuição é como um GPS para um carro. Se você invocou sua intuição, saberá que ela é confiável e quanto mais a envolvermos, maior será. Você pode se relacionar com isso? Você já usou sua intuição para tomar decisões equilibradas em sua vida? Isso funcionou a seu favor?

Eis por que a intuição será a forma mais forte de moeda nos próximos anos:

-Você não pode trocar de intuição.

-Aqueles que a utilizam se beneficiarão muito disso.

-A intuição é como sua própria impressão digital, cada uma única.

-Aumenta seu poder quanto mais o usamos.

-Não deprecia.

-Não pode ser perdida ou roubada.

-Não pode ser hackeada.

-É confiável e precisa.

-Não tem agenda, ao contrário do ego.

O que estou sugerindo é que nossa intuição será uma poderosa superpotência logo abaixo do nosso nariz. Sua singularidade significa que tomaremos decisões exclusivas de nossas vidas e, quanto mais confiamos nela, melhor funciona.

A Dra. Catherine Wilkins ecoa esse sentimento em seu livro, O Cérebro da Alma: A Neurologia e a Lógica da Sua Intuição:”Devido à natureza única de nossa neurologia, nossa intuição funcionará de maneira diferente das outras, mesmo que esteja nos falando sobre o mesmo universo em que todos vivemos”.

Sem dúvida, o mundo mudará para melhor nos próximos anos. Acredito que a mudança na consciência da humanidade devolverá às pessoas seu poder e a intuição se tornará sua fonte orientadora. O poder do qual estou falando é o autêntico eu e a fusão com o nosso ser central.

Não estou falando de um apocalipse espiritual, mas de algo mais simples. Trata-se de aprender a confiar em nós mesmos, e o poder inerente que nos é legado por um universo benevolente. Isso envolverá a superação do medo e uma mudança em direção ao amor, compaixão e estados mais elevados de consciência.

Este não é um vislumbre profético do futuro, mas, com base em minhas observações ao longo dos anos, aqueles com uma forte intuição têm sucesso na vida. Eles confiam em seu poder inerente para tomar decisões importantes. Testemunhei isso em minha vida, onde minhas escolhas anteriores foram feitas apenas pela razão e pela lógica. Hoje em dia, minha intuição é um poderoso aliado que invoco regularmente. A chave para despertar nossa intuição é usá-la com frequência e confiar no resultado. Requer ter fé em nosso poder investido e não adivinhar a nós mesmos.

Para viver uma vida equilibrada, devemos trabalhar em harmonia com a nossa intuição. Um despertar da consciência se refere a uma consciência expandida de nossos pensamentos. Sabendo disso, gostaria que você refletisse sobre as áreas em que usou a intuição para tomar decisões bem-intencionadas.

Pense em como a intuição se comunica com você, ao contrário do poder poderoso do ego. Como você pode desenvolver melhor sua intuição? Talvez através do seu relacionamento com os outros? Sua carreira, finanças, saúde, etc.? Coloque a intuição em prática das menores formas e observe o resultado. Procure sinais nos quais a intuição está chamando você, em vez de razão e lógica. É quando despertarmos nosso poder inerente, que a intuição se tornará uma força orientadora em nossa vida.

(Fonte: thoughtcatalog)
(Imagem: Anastasia Shuraeva)

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Você sabia que o Fãs da Psicanálise também está no Instagram e no Facebook? Que tal fazer uma visitinha para nós por lá?

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here