Quando quiser realizar um sonho, não consulte o calendário ou o relógio, mas o seu coração. Se lá dentro existe um desejo genuíno de ser feliz não importa a idade, nem o tempo que levará para chegar até lá. Porque fazer nascer a vontade de realizar é a maneira que Deus encontrou de nos impulsionar a ir atrás do nosso destino, que sempre será um plano de luz e felicidades.

Por isso, não esmoreça se as pessoas falarem que é tarde demais, que vai demorar uma eternidade. Pelo contrário, use isso como impulso. Leve consigo a gana de mostrar que se existe um sonho, sempre será possível, apesar das circunstâncias, realizá-lo.

Nunca será tarde demais para você se tornar aquilo que está destinado a ser. O macarrão instantâneo foi inventado por um asiático aos seus 48 anos. Charles Darwin escreveu seu primeiro livro revolucionário com 50. O dono da primeira rede de fast-food do mundo tinha 62 anos quando abriu seu negócio. O ator Morgan Firmam já era cinquentenário quando alcançou o sucesso.

George Clooney decidiu formar uma família aos 54 anos e tornou-se pai aos 56. A Atriz Cássia Kiss teve seus quatro filhos dos 41 aos 46. E muitos anônimos entraram na faculdade depois dos 30, outros aguardaram pela aposentadoria para começar a estudar. Há quem mude de cidade na infância, há quem espere a terceira idade para viver no campo. Há quem descubra uma causa aos 15 anos ou escolha uma nova profissão depois dos 50. Já cruzei com senhores fazendo uma corrida aos 80 e adolescentes lendo filosofia.

Estes são fortes exemplos de que enquanto houver vida, é possível fazer escolhas porque o nosso destino ainda estará aberto. Nada é para sempre e tudo é mutável. Todos têm o próprio tempo de maturação das ideias, valores e decisões. Para algumas coisas somos mais rápidos que os outros, para outras levamos mais tempo, porque cada um tem seus medos e seus receios, seu nível de vontade e disposição. E não existe regra. A mente muda constantemente. Perdemos o interesse aqui hoje, criamos ali, amanhã. É da natureza humana. Todos têm a liberdade de viver sua própria vida como quiser e tomar as decisões no tempo do seu coração e não no tempo do mundo ou do que a sociedade espera.

Nunca se envergonhe de fazer yoga ou dançar em uma festa aos 60, nem de rezar ou tornar-se mãe aos 15, mesmo por acidente. Não se culpe por decidir ir atrás dos seus sonhos quando o mundo está preso em obrigações. Não tenha medo de virar o leme do barco, de nadar contra a corrente nem de ter o coração livre.

Muitas pessoas lhe criticarão, mas não passa de uma dolorida inveja por sua coragem de romper as amarras que lhe prendem à opinião alheia, porque você entendeu que o importante é que estejamos inteiros naquilo que fazemos, porque quando estamos onde queríamos estar, nem críticas, nem idade, nem absolutamente nada nos tira a felicidade de uma realização.

Por isso, blinde-se de todos que criticam a sua vontade de ser feliz. Eles são ventos que sopram contra o seu destino. Em um mundo cheio de pressa, mas sem rumo e ansioso ou deprimido, privilegiado é quem caminha na direção em que seu coração deseja, pois nunca será tarde demais para ir atrás dos seus sonhos, uma vez que a hora certa é aquela em que eles se realizam.

E não há tempo melhor para dar o primeiro passo do que… Agora!

(Imagem: Bruce Mars)

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Luciano Cazz
"Luciano Cazz é publicitário, ator, roteirista e autor do livro A TEMPESTADE DEPOIS DO ARCO-ÍRIS." Quer adquirir o livro? Clique no link que está aí em cima! E boa leitura!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here