Com a pandemia do COVID-19 afetando tantas pessoas em todo o mundo, o isolamento é ainda mais drástico para quem tem um resultado positivo para o coronavírus.

O mundo está ficando online para o aprendizado e o trabalho remotos. Os bancos das praças estão vazios, assim como parques, arenas esportivas, escritórios, restaurantes e estações de trem.

O distanciamento social é uma prática recomendada para diminuir a propagação, nivelar a curva e é vital para derrotar o COVID-19. Embora a separação física seja necessária, pode haver consequências para os isolados – especialmente, talvez, associados à experiência de ter a doença – que precisam de atenção .

Pesquisadores na China investigaram recentemente se o TEPT (Transtorno Pós Traumático) foi predominante nos sobreviventes do COVID-19. Os pesquisadores estavam curiosos para investigar como era o estado de saúde mental daqueles em isolamento. O trabalho de pesquisa, foi publicado na revista Psychological Medicine em 27 de março, observa:


Livro

“De acordo com as diretrizes de tratamento na China, os pacientes com COVID-19 precisam ser tratados em hospitais infecciosos isolados. Devido ao isolamento social, perigo percebido, incerteza, desconforto físico, efeitos colaterais dos medicamentos , medo da transmissão do vírus a outras pessoas e retrato negativo esmagador de notícias na cobertura da mídia, os pacientes com COVID-19 podem sentir solidão, raiva, ansiedade , depressão e insônia e sintomas de estresse pós-traumático. ”

Os pesquisadores pediram aos pacientes do COVID-19 que participassem de um questionário on-line antes de serem liberados das cinco instalações de quarentena construídas em Wuhan, província de Hubei.

Esses hospitais temporários foram construídos especificamente para manter, colocar em quarentena e tratar pessoas com resultados positivos para o vírus. Todos os participantes precisavam atender a um critério antes de participar do questionário. Ou seja, cada um deles precisava ser um paciente adulto clinicamente estável com COVID-19, conforme verificado pelos registros médicos. Dos 730 pacientes recrutados para participar do estudo, 714 pessoas cumpriram os padrões de participação. A idade média dos participantes foi de 50,2 anos.

“A Lista de Verificação de PTSD autorreferida com 17 itens (PCL-C) (Weathers, Litz, Herman, Huska e Keane, 1993) foi usada para avaliar a gravidade dos sintomas de estresse pós-traumático. Um escore total de PCL-C igual ou superior a 50 foi considerado ‘apresentando sintomas significativos de estresse pós-traumático’. (X.-Y. Yang, Yang, Liu e Yang, 2007. ”

Os pesquisadores descobriram que, com base no questionário PTSD Checklist, a prevalência de PTSD grave nos pacientes que receberam alta das instalações de quarentena era de 96,2%. Por mais estressante que seja um paciente, os pesquisadores observaram que outras forças podem contribuir para os sintomas de TEPT, como cobertura de notícias e hostilidade social.

A pesquisa indica que um número significativo de sobreviventes do COVID-19 sofria de TEPT antes de serem libertados da quarentena. Isso significa que o tratamento com COVID-19 não deve parar quando os pacientes forem liberados do isolamento. Parece haver necessidade de intervenções psicológicas a longo prazo para os sobreviventes do vírus.

Pode haver implicações para não pacientes em isolamento social. É importante manter-se conectado aos outros, mesmo quando fisicamente separados. Mensagens de texto, telefonemas e videoconferência são todas as ferramentas que as pessoas podem usar proativamente durante esse período. Podemos precisar permanecer fisicamente distantes um do outro, mas ainda podemos permanecer socialmente unidos.

(Escrito por James Fisher, atualmente mestrando em artes e estudante de liderança humanitária e desastres no Wheaton College, nos subúrbios de Chicago)

Referências

Bo, H., Li, W., Yang, Y., Wang, Y., Zhang, Q., Cheung, T.,. . . Xiang, Y. (sd). Sintomas de estresse pós-traumático e atitude em relação aos serviços de saúde mental em crise entre pacientes clinicamente estáveis ​​com COVID-19 na China. Medicina Psicológica , 1-7. doi: 10.1017 / S0033291720000999

(Fonte: psychologytoday)
(Imagem: Engin Akyurt)

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Você sabia que o Fãs da Psicanálise também está no Instagram e no Facebook? Que tal fazer uma visitinha para nós por lá?

Compartilhar

Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here