O que uma lagarta me ensinou sobre minhas transições? Antes de ter aquelas lindas asas azuis, a borboleta possuía outro nome, não voava, não conhecia a liberdade do vento batendo em seu corpo e o máximo que conseguia realizar era se arrastar pelo chão, ou seja, antes de conhecer a liberdade de um voo, a borboleta era apenas uma pequena lagarta a rastejar.

Mas um dia a lagarta sonhou que poderia se transformar numa linda borboleta… perceba que tudo começou com um sonho!
Todos conhecem o processo de transformação de uma lagarta numa borboleta e, em minha opinião, não existe inspiração melhor para aqueles que passam por um momento de transição.

As transições são muitas vezes duras, difíceis e tantas vezes nos enganam, fazendo-nos acreditar serem momentos de declínio!

Se você está passando por algum momento de transição, tenho certeza de que “vira e mexe” você passa por um “mar de emoções nebulosas” que o deixam sem rumo, desacreditado e perdido. Sempre que estiver envolvido nessa confusão de sentimentos, lembre-se do dia em que a lagarta sonhou que poderia se transformar numa linda borboleta!

Cansada de se arrastar pelo chão, a lagarta descobriu que poderia voar, que poderia ter charmosas asas, pousar nas mais lindas flores e viver de forma livre e feliz!

Então, ela decidiu que estava pronta para tão grande transição!
Mas uma coisa que a lagarta não sabia, é que ficaria presa dentro de um casulo, que sentiria os piores medos, que em muitos dias estaria arrependida de ter tido essa coragem de se trancar num local tão escuro, que se sentiria ingrato(a) por tamanha loucura, que se questionaria sobre a certeza do caminho escolhido e que também duvidaria se ainda seria feliz!

Embora a lagarta passasse por um mar de emoções turbulentas, dentro do seu coração, no mais íntimo do seu Ser, estava a certeza de que, passado o seu período de transição, em uma bela borboleta ela se transformaria e voaria pelos mais lindos jardins!

A lagarta podia sentir o vento batendo em suas asas, o aroma das flores, o brilho dos seus olhos diante dos coloridos pomares e a liberdade experienciada com charme e leveza ao se permitir tamanha transformação.

Era isso que lhe transmitia coragem para continuar com esse processo de transição, o sentimento de fé e de certeza que havia em seu coração!

Por isso a lagarta esperou, pacientemente pelo tempo certo de sua transição!

Ela sentiu medo? Sim! Sentiu arrependimento em algum momento? Sim! Duvidou da certeza do caminho? Sim!

Mas a fé, a persistência e a imagem do que se transformaria no futuro eram muito maiores que qualquer sentimento duvidoso que chegasse em seu ser.

Saiba que todo aquele que possui essa coragem de se trancar em seu casulo interior para transmutar relacionamentos… forma de pensar e de viver a vida… transmutar profissões… crenças limitantes… enfim, todo aquele que possui essa coragem para transmutar aquilo que serve de base em sua existência, mas que já não serve mais, passará pelas mesmas angústias, medos e dúvidas experienciadas pela nobre lagarta!

Assim, o segredo do sucesso para a sua verdadeira transformação é a certeza e a imagem gravada na mente, de que o caminho do autoconhecimento e da coragem da transição a levará a voar, livre e leve como as lindas borboletas!

Se você que está lendo este artigo, está passando por um momento de transição em alguma área de sua vida, saiba que sinceramente eu lhe desejo fé, certeza de dias cada vez melhores, alegria dentro do peito, firmeza no coração, muito amor para espalhar a sua luz nos mais lindos jardins e maravilhosas asas para voar.

Sempre levando consigo a leveza, a liberdade e a alegria de ser quem você nasceu para ser!

Autora: Cecília Meireles

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here