Já devem ter ouvido falar de pessoas que estão há anos tentando esquecer uma pessoa, talvez você seja uma delas, então este texto é pra você. Não se trata sobre ser sensível ou não. Nem muito menos sobre gratidão e ingratidão, como já ouvi falar.

A verdade é que um sentimento as vezes dura para sempre, sim. A verdade é que muitas vezes é difícil deixar de gostar de alguém, sim. E as vezes o amor que foi construído, nunca irá embora. Tudo isso é verdade. A diferença é a forma como você lida com os sentimentos que você tem guardado.

Porque uma ferida é muito fácil de abrir, basta uma palavra, um gesto, uma mentira, uma decepção, um abandono e lá está, um buraco enorme no coração. De que forma então, se pode acabar com isso?

Sinceramente, a diferença está em como você alimenta aquele sentimento. Não adianta sofrer por alguém que foi embora se você continua falando nela, stalkeando a sua vida, lembrando dos momentos que passaram juntos. Não é só o seu corpo que precisa de distância, mas sua mente também.

Da mesma forma aqueles que foram traídos e tem vontade de reatar a relação. Se você realmente quer dar mais uma chance para este relacionamento, não pode pensar sobre as possibilidades de que isto aconteça novamente, não pode alimentar a insegurança e o medo de ser traída outra vez, porque se você aceitou dar uma chance novamente, não é uma nova chance à traição e sim uma nova chance ao amor que você acredita ter.

Existem várias feridas que ficam marcadas na gente, algumas recentes e outras talvez que vem da infância. De qualquer forma, a gente não pode evitar as decepções, não pode prever o futuro com as pessoas que temos hoje e muito menos voltar no tempo e mudar o passado.

O que a gente pode fazer, com as feridas, é deixá-las lá na caixa dos aprendizados, quietinhas, paradas, adormecidas, para que não voltem a incomodar. Tornar-se forte contra os fantasmas, e deixar as mágoas ir embora.

Aceitar que tudo aconteceu como tinha que acontecer, que não poderia ter sido diferente, simplesmente porque não foi. E parar de buscar explicações.

É assim que a ferida deixa de incomodar, quando você aceita o seu destino. Quando você aceita as circunstâncias, quando você aceita o mundo do jeito real que ele é e não do jeito que você gostaria que fosse.

Quando você permite que a vida lhe mostre, com doçura e amargura, tudo o que ela tem para te oferecer.

(Imagem: @rawpixel)

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Francisco Galarreta
"Acredito que todo dia é uma nova oportunidade para aprender algo novo sobre o que sentimos e sobre quem somos. Compartilho todos os meus pensamentos sobre relacionamentos em textos. Gosto de café, mas tenho gastrite. Gosto de gatos, mas tenho alergia. Não gosto de dormir, mas tenho o sono profundo...e o coração leve. É colunista do site Fãs da Psicanálise.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here