Buscamos sempre satisfação naquilo que fazemos, assim como, a diminuição da frustração, dor ou desapontamento daquilo que nos desagrada, que nos traz total desprazer.

A insatisfação no trabalho pode estar ligada a diversos fatores, sejam eles externos ou internos.

Os fatores externos são aqueles ligados ao ambiente de trabalho, a própria equipe, ao chefe, as condições do local de trabalho, ao salário, a probabilidade de crescimento profissional etc. Já os fatores internos, são referentes a saúde psíquica do trabalhador, assim como, o relacionamento interpessoal e familiar.

Quando trabalhar se torna um verdadeiro fardo, é chegado o momento de se preocupar e investigar quais as causas de tanto desprazer.

Se o problema gerado é de ordem externa, torna-se simples contorná-lo, o profissional pode se aperfeiçoar naquilo que faz, investindo um pouco mais na carreira e ir em busca de um melhor emprego, (o que chamaríamos de tolerância a frustração em prol de de um bem futuro).

Porém é necessário estar atento se é vantajoso essa mudança de emprego, se a outra empresa oferece oportunidade de crescimento profissional e melhores condições de trabalho.

A insatisfação no trabalho pode interferir na qualidade de vida. Saiba se é hora de mudar.

*As nossas postagens são produzidas com o intuito de informar e não substituem a opinião de um profissional de saúde, um diagnóstico médico ou os tratamentos já prescritos.

Quer fazer parte de um grupo só de testes? Clique aqui!

(Imagem: Bruce Mars)

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here