É comum que pessoas otimistas sejam valorizadas, já que é naturalmente motivador estar ao lado de pessoas assim, positivas. Já os pessimistas chegam ao ponto de serem evitados por outros por conta do modo negativo e pouco empolgante de encarar o futuro, podendo ser uma companhia deprimente para muitos. Até aqui, acredito que todos concordem.

O otimista possui uma espécie de filtro mental onde processa as chances de algo dar certo e minimiza os riscos de não darem. Isso pode ser um problema, afinal ignorar ou minimizar riscos podem tornar a pessoa menos efetiva e engajada com o resultado final e aumentando o risco de fracasso.

Diferentemente do otimista, o pessimista é excessivamente detalhista e cauteloso, deixa de correr riscos calculados que poderiam gerar resultados positivos. Ele também tem pouco apoio dos outros, afinal as pessoas normalmente se distanciam de pessoas negativas.

Por fim podemos tem o realista, que por sua vez tem plena consciência dos riscos, não age com displicência nem burocracia excessiva ao tomar decisões e não se apega desnecessariamente a cada detalhe futuro. Ele sempre tem um “plano b” caso as coisas não ocorram como o esperado e não se empolga fantasiosamente com as possibilidades de êxito.

Todas as três características possuem vantagens e desvantagens que podem ajudar ou prejudicar, certo? Mas afinal, quem será que é você? Faça o teste e descubra!

*As nossas postagens são produzidas com o intuito de informar e não substituem a opinião de um profissional de saúde, um diagnóstico médico ou os tratamentos já prescritos.

Quer fazer parte de um grupo só de testes? Clique aqui!

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here