Concept of Creative business idea with colorful lightbulb

Você está no banho e de repente surge aquela ideia genial. Ou, então, está caminhando e encontra a solução perfeita para um problema. Já se perguntou o motivo de isso acontecer? Embora não haja uma fórmula mágica para gerar ideias incríveis, busquei referências de cientistas e artistas que compartilharam maneiras de estimular a criatividade.

A ideia genial pode aparecer nos lugares mais improváveis

R. Keith Sawyer é psicólogo da Universidade de Washington. Há 10 anos atrás ele contou para a Revista Time sobre como uma equipe de cientistas da NASA, no ano de 1990, solucionou de maneira inusitada um problema no Telescópio Hubble. Ninguém conseguia descobrir como encaixar os pequenos espelhos necessários para corrigir as lentes distorcidas no espaço de difícil alcance.

Até que o engenheiro Jim Crocker teve uma ideia genial… enquanto tomava banho! Crocker estava na Alemanha e durante o banho notou que o estilo do chuveiro europeu era a resposta para o problema dos pequenos espelhos. Bastava usar um design parecido com o da ducha.

As ideias que temos durante o banho geralmente são diferentes das que temos no trabalho. Mark Fenske, professor de neurociência e coautor do livro “O Cérebro do Vencedor“, diz que isto acontece porque estamos menos focados na geração de ideias. Parece contraditório, né? Mas a explicação científica é a de que concentrar-se em algo pode ser muito difícil, portanto, tendemos a ser mais criativos quando estamos distraídos.

Além disso, um banho quente pode ser o ambiente perfeito para novas ideias por causa do relaxamento proporcionado devido a liberação de dopamina, substância que nos dá a sensação de prazer.

Uma empresa dos Estados Unidos já se tocou disso e lançou um produto chamado Aqua Notes. Em linhas gerais, trata-se de um bloco de notas à prova d’água para que suas ideias não sejam esquecidas após o banho.

Uma caminhada no parque pode refrescar sua mente

Em 2014, pesquisadores da Universidade de Stanford fizeram testes de criatividade padrão com voluntários. Depois, pediram para que um grupo caminhasse numa esteira dentro de um ambiente fechado e outro grupo o fizesse num parque ao ar livre. Então, refizeram os testes. O grupo que caminhou ao ar livre teve resultados muito melhores do que o que caminhou na esteira. Os pesquisadores concluíram que andar abre a livre circulação de ideias, sendo uma solução simples e robusta para os objetivos de aumentar a criatividade e a capacidade física. Como já escrevi aqui, começo meu dia com uma caminhada de 1h e, realmente, os resultados para a mente e o corpo são incríveis.

O álcool — ingerido de forma moderada — pode te ajudar

Já notou que grandes gênios da arte, compositores e/ou escritores eram ou são grandes beberrões? Não estou fazendo apologia ao consumo desenfreado de álcool, mas, de acordo com a ciência, um ou dois copos de cerveja são o bastante para você ter uma boa ideia — sem trocadilhos com a Cachaça 51, por favor.

A explicação científica é a mesma do banho quente. O álcool nos dá uma sensação de prazer e relaxamento. Isso ajuda a diminuir a memória de trabalho e fazer conexões cerebrais mais profundas.

Obviamente, isso deve ser feito com moderação. E é mais óbvio ainda que você não deve fazer isso em seu local de trabalho — a não ser que seja liberado, o que acho difícil.

Durma bem

Algumas pessoas dizem ter insights geniais durante algum sonho, mas o ponto aqui não é este. Vocês já devem estar cansados de ler por aí sobre os benefícios que uma boa noite de sono proporcionam, né? Pois então, dormir bem também ajuda a estimular a criatividade.

De acordo com a ciência, o momento certo de dormir é quando você começa a ficar sonolento. Não tente lutar contra o sono tomando café, por exemplo. Pequenos cochilos durante o dia também podem lhe ajudar. 15 minutinhos após o almoço são suficientes para dar um reset no seu cérebro.

Volte ao trabalho

Embora você tenha seus momentos de “eureka” durante o banho ou uma caminhada, as pessoas criativas mais bem sucedidas e produtivas tem algo em comum: rotinas sólidas de trabalho. Aquilo que escrevi por aqui sobre criação de hábitos. Pablo Picasso já havia dito “que a inspiração chegue não depende de mim. A única coisa que posso fazer é garantir que ela me encontre trabalhando“.

Não se preocupe com a produção de ideias ruins, elas fazem parte da jornada. Vejam o meu caso: me propus a escrever todas as segundas, quartas e sextas-feiras. Muitas das vezes, quando começo um artigo, ainda não tenho ideia sobre o que escrever. E, pra ser sincero, nem sempre gosto do resultado final. Porém, continuo seguindo minha rotina e criando novos textos. Às vezes eu acerto, às vezes não.

“Você não pode esperar pela inspiração. Você tem que ir atrás dela com um bastão”. (LONDON, Jack)

(Autor: Matheus de Souza)
(Fonte: matheusdesouza.com )

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



1 COMENTÁRIO

  1. Excelente texto, gostei muito, mas para complementar acredito que pequenas viagens pelo menos duas vezes ao ano, ajudam a ampliar e muito a capacidade de Criatividade também.

DEIXE UMA RESPOSTA