A depressão está se tornando uma das maiores preocupações de saúde nos Estados Unidos. A estatística que sabemos é que um em cada 10 norte-americanos procuram ajuda para depressão em algum momento de suas vidas, mas os diagnósticos estão crescendo rapidamente e muitas pessoas com depressão clínica – até 80 por cento, segundo algumas estimativas – não procuram ajuda.

Assim, as chances são altas de que alguém próximo de você tenha depressão. O primeiro passo para ajudar alguém com depressão é entender a doença: a depressão, em termos médicos, é caracterizada por baixo humor persistente e “anedonia” (a incapacidade de sentir prazer) durante longos períodos.

É uma condição séria e a pessoa vai precisar de ajuda profissional, bem como o apoio da família e amigos. Eu fui diagnosticado com depressão há seis anos e vi todos os tipos de reações dos amigos: de recusa em acreditar que a depressão é “algo”, a dizer coisas como “Ah, eu tive um momento muito ruim na semana passada – talvez eu tenha depressão também!”.

O apoio precisa ser mais sensível e sutil do que apenas “motivacional”, e entender que não estamos sendo difíceis de propósito. Pessoas com depressão muitas vezes só querem voltar a se sentir alegres e felizes novamente, mas vários fatores os impedem de conseguir.

Seu papel como amigo solidário tem vários elementos, os quais você precisa descobrir da sua própria maneira – mas aqui estão 9 sugestões de alguém que já esteve do outro lado da situação.

1. Não confunda com preguiça nem os incentive a serem “mais fortes”

Pessoas com depressão têm um transtorno mental grave que não pode ser superado apenas com força de vontade ou simplesmente mudando de perspectiva. Se você estiver ajudando um companheiro/a com depressão, não diga a ele/a para “sair dessa”, tentando forçá-lo a se sentir feliz ou comentando sobre uma época em que você estava triste sobre uma questão, mas “pensou positivo” e resolveu o problema. Assim como as pessoas com pernas quebradas, eles não são fracos ou sem força de vontade: eles só têm um obstáculo que inviabiliza suas funções normais. Familiarize-se com o fato da depressão ser uma doença.

2. Incentive-os a procurar ajuda

Uma das melhores coisas que você pode fazer para alguém com depressão é incentivá-los a obter alguma ajuda séria. Seu trabalho não é tratá-los. Psicoterapia e tratamento medicamentoso: é o melhor tratamento para superar esta condição.

Leia Mais: As 3 principais causas da depressão

3. Preste atenção no cuidado pessoal

Deprimidos muitas vezes têm dificuldade para se cuidarem adequadamente e não comem direito, não dormem em horários corretos, nem mantém seus ambientes limpos. Preste atenção a isso e incentive-os a cuidarem de si mesmos com pequenas medidas, como levá-los para compras no supermercado para tirá-los da cama.

4. Convide-os para uma longa caminhada

O exercício físico é muito bom para a depressão, assim como sair de casa. Insistir no convite para uma caminhada é uma boa maneira de tirá-los de casa, mas você não precisa inventar nenhuma conversa fiada e alegre se eles se sentirem exaustos e ficarem calados; apenas escute sem julgar e deixe claro que você ainda adora a sua companhia.

5. Ajude-os a questionar seus pensamentos negativos

A depressão é caracterizada em muitos casos por padrões de pensamentos negativos graves sobre a auto-estima. A psicoterapia ajuda a pessoa a reconhecer esses padrões e questioná-los, mas você também pode ajudar. Na prática, isso significa que se alguém diz “Eu sou tão horrível”, “Ninguém gosta de mim”, “eu me sinto inútil”, ou outras declarações depressivas, imediatamente proteste: “Não, você não é!”

Em vez disso, tente desafiar os pensamentos inúteis pensando empiricamente: “Por que você diz / pensa isso?”. Peça exemplos específicos e pergunte como ela se sentiu neles. Por exemplo, se ela disser “Michel nunca me chamou de volta, por isso ele deve me odiar”, leve-os a outras interpretações por meio de evidências.

6. Pense em termos de recompensas e não punições

Ser amigo de uma pessoa depressiva pode ser seriamente duro. Mas as ameaças não ajudam em nada. “Se você não se animar / cuidar de si mesmo / comer o jantar, eu vou parar de falar com você”. Não é uma boa maneira de ajudar, porque as pessoas depressivas já têm pensamentos negativos sobre si mesmas e podem até acreditar que merecem ser maltratadas.

A punição não vai ser um incentivo para que eles mudem o seu comportamento; ele só vai “provar” que coisa horrível que eles são. Em vez disso, tente ser positivo e elogie quando eles cuidarem de si mesmos – não sendo condescendente, mas com um simples “Ei, você fez comida! Eu sei que deve ter sido difícil para você – quer que eu ajude a lavar a louça?” é um bom começo.

Leia Mais: Depressão não é preguiça e nem desculpa, depressão é luta

7. Não espere resoluções rápidas

Depressão não desaparece magicamente quando as pessoas começam a fazer psicoterapia ou a tomar drogas que alteram o humor. É, muitas vezes, uma condição de longo prazo que exige a administração freqüente. Quem inicia o tratamento se torna melhor em desafiar seus processos de pensamento e passa a se cuidar melhor quando está para baixo. Mas ainda haverá períodos muito ruins.

8. Identifique e faça algo nos dias ruins

Mesmo que você não seja muito bom em se comunicar emocionalmente, um simples gesto para demostrar que você está pensando nela, quando ela estiver passando por um tempo ruim, vai ajudar muito. Algo tão pequeno como uma mensagem de texto pode fazer uma enorme diferença. Apenas um “Pensei em você hoje” ou “O que você está fazendo?” é suficiente.

9. Cuide de si mesmo

Não é seu trabalho tratar ou salvar um amigo depressivo e, às vezes, a experiência pode ser difícil e desgastante. Procure apoio e conselhos de especialistas e lembre-se de ter tempo para si mesmo quando você precisar.

Os melhores amigos para depressivos são aqueles que sabem o momento certo de se despedir e dar um espaço: caso contrário, só vai acabar puxando-os ainda mais para baixo.

(Fonte: aleteia)

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise

A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here