Em Primeiro lugar, é preciso admitir que qualquer pessoa mal caráter ou não pode se envolver em um triangulo amoroso, e isso não quer dizer que ela seja necessariamente uma vadia desprovida de moral. Livre-se de todo preconceito e julgamento para continuar lendo esse texto.

Pior que a ilusão da esposa em acreditar que não é traída é a ilusão da amante em acreditar que um dia terá o homem casado só para ela. Olhando para isso e para todos os e-mails com amantes pedindo socorro que recebo, pensei quais seriam meus conselhos, para essas mulheres.

Algumas questões práticas:

  • Por que tanto mimimi? Se decidir ser amante, assuma todas as limitações e riscos deste tipo. Você dificilmente será a titular, sempre vai ter um homem pela metade, não vai ser prioridade e vai passar aniversário, férias, natal e ano novo sozinha.
  • Se coloque por um momento no lugar da esposa, ela pode não ser aquela megera péssima de cama que o marido insiste em dizer que não tem mais relações sexuais e só está junto por causa dos filhos. E se for, ela provavelmente tem seus motivos. Tá achando que é fácil ficar coberta de estrias, engordar 30 kilos na gravidez e aguentar as cobranças do marido que não tem a mínima compreensão com as transformações do corpo feminino?
  • Uma coisa é se apaixonar por um homem casado por acidente, outra coisa é estar nisto por mero prazer em destruir o relacionamento dos outros. E se a esposa traída fosse sua mãe, você iria gostar?
  • Não acredite nas promessas de um homem que traiu a própria esposa. Entenda de uma vez por todas, um homem casado dificilmente deixa a família para assumir a amante. O ideal para ele é manter as duas.
  • Você não é a amante por ser melhor que a titular, mas por ser diferente. Se amanhã você se tornar titular ele também vai querer uma diferente. Hoje ele trai a esposa, amanhã ele trai você.
  • Ser gostosa e boa de cama não é suficiente para segurá-lo ao seu lado. Lembre-se, a esposa provavelmente é tudo isso e ainda lava, cozinha e cuida dos filhos e mesmo assim é traída.
  • Além de ser amante já pensou em ser outra coisa? Valorize-se, tenha objetivos na vida, ter outros prazeres e atividades pode ser bom e abrir novos horizontes, em especial se o seu caso envolver dependência financeira.
  • Digamos que o improvável aconteça e ele resolva deixar a esposa para ficar com você, você vai ser feliz, vai suportar a malcriação dos filhos dele, e ter confiança total no seu taco? Você vai ficar confortável cada vez que a ex ligar de madrugada para dizer que o filho está no hospital?
  • O inevitável aconteceu e ele optou por terminar com você e ficar com a esposa, o que fazer? Agora é hora de encarar a realidade que você não quis ver antes e seguir em frente. Nada de esquartejar os gatos dos filhos dele ou arranhar a lateral do carro da esposa. Seja digna e saiba perder com classe, a família dele não tem culpa, você é responsável pelas próprias escolhas e entrou nesta porque quis.
  • Uma vez digerida a rejeição, está difícil seguir a vida, conhecer gente nova e se perdoar por tantas burradas? Comece amando a si mesma, não fique com qualquer babaca por carência, pare de se contentar com tão pouco. Seja racional, tome decisões ao seu favor e se apoie, não espere apoio dos outros. Agora você tem a opção de fazer melhores escolhas. COLOQUE VOCÊ EM PRIMEIRO LUGAR!
Compartilhar

RECOMENDAMOS

Vania Silva
Psicanalista, Pós Graduada em Gestão Empresarial. Certificada em coaching, liderança pessoal e especialista em linguagem do corpo. É colunista do site Fãs da Psicanálise.


6 COMENTÁRIOS

  1. Texto puramente clichê, quando ouço em consultório o tema TRAIÇÃO, vejo que a complexidade é bem maior do que fora aqui exposto e depois de ler este texto, neste site que tanto aprecio me sinto decepcionada. Essa visão reducionista de que a traição gira em torno de uma amante carente, mimada e vaidosa, é simplista demais. Nem sempre é assim, acredite, na maioria das vezes não. Não estou me posicionando aqui em defesa da amante, apenas estou explanando que essas nem sempre são as características da amante, ou melhor dos amantes (porque o título inicialmente não direciona o tema ao lado feminino, embora não honre o intitulado), nem sempre a expectativa é a de transformar o triangulo, num único modelo monogâmico em favor à qualquer um dos lados. Trazendo a proposta do site a “psicanálise”, por esta perceptiva sempre estaremos lidando com um sujeito desejante e singular em seu desejo, não da para expor um texto como este e simplesmente rotular àquela que se submete a está relação e por algum motivo a ser descoberto respeitando sua singularidade se dispõe a ocupar o terceiro lugar, o provável lugar do “objeto – dejeto”. Por fim, minha opinião ainda que irrelevante, estes “conselhos para amantes infelizes” não valem a pena. Contraindico está leitura e ainda sugiro à aquele que se atreva a explanar sobre, que escute, caso a caso, e deixe de lado a forma de bolo. O sujeito que se dispõe a expor-se em nome da psicanálise deve desprender-se da moral social e das “verdades” esperadas pela massa.

  2. Amei o seu comentário, Gabriella. Eu que sou leiga achei o texto super rasi, digno de uma Marie Claire da vida. Olha que sou “a esposa”, não amante e ainda bem esse não é um problema do meu casamento. Achei bem bobinho o texto.

  3. O texto é contraditório. Diz que o leitor deve se livrar de preconceitos para continuar lendo, mas todos os conselhos que vem abaixo possuem forte teor de julgamento, machismo e imaturidade para lidar com o assunto.

  4. Tem sim mulher que da em cima do marido de outras..mas tem marido que busca um relacionamento fora do casamento seja por sexo ou outra coisa..e em alguns casos acaba conquistando a “outra” que nem se imaginava envolver nessa situação.. Algumas nao se importa em acabar com o casamento..mas tem caso que a “outra” se ve num dilema pois sabe que isso é errado mas esta apaixonada pelo cara..entrar nessa situação é pedir pra sofrer e ainda sai com um coração partido..Os dois estão errados mas quem deve lealdade a esposa é o safado do marido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here