A depressão não tem apenas sua origem em eventos traumáticos. Sem o nosso conhecimento, existem alguns hábitos diários que afetam seu desenvolvimento. Você os conhece? Desta vez, compartilhamos os mais comuns.

A depressão foi listada como um transtorno de humor. Aqueles que estão deprimidos sentem uma profunda tristeza, além de irritabilidade, perda de interesse na vida e mudanças de comportamento. Você conhece os fatores que afetam a depressão?

A origem dessa condição pode ser biológica ou circunstancial. Diz-se que é causado por mudanças na química do cérebro, seja devido a desequilíbrios hormonais, fatores ambientais ou à estimulação de uma determinada situação. No entanto, também pode resultar de alguns hábitos.

Fatores que afetam a depressão

É importante ter em mente que nem todos os períodos de profunda tristeza correspondem à depressão. Uma pessoa pode passar por eventos tristes e traumáticos sem experimentar sintomas tão graves que possam ser diagnosticados com depressão.

Esse distúrbio foi listado como uma condição médica séria, pois pode ter um resultado fatal quando você não recebe tratamento adequado. A qualidade de vida dos pacientes é drasticamente reduzida, a ponto de se sentir incapaz de realizar suas atividades diárias. Até, às vezes, influencia o desenvolvimento de outros problemas de saúde.

Por ser um distúrbio tão complexo, não há uma causa única para explicar sua origem. De fato, dezenas de fatores que afetam a depressão foram identificados. O mais preocupante é que muitos deles são esquecidos, pois fazem parte do estilo de vida das pessoas. Descubra-os!

1. Comida ruim

O consumo de junk food tem sido associado a maiores problemas de saúde, incluindo entre eles, maior suscetibilidade ao estresse e à depressão.

A má nutrição tem muito a ver com problemas de saúde mental, incluindo depressão. Embora seja fácil ignorá-las, dietas ruins podem causar alterações no sistema nervoso e na química do cérebro. Por exemplo, o consumo habitual de gorduras e junk food está associado a uma maior suscetibilidade ao estresse e à depressão.

Embora produzam momentaneamente uma sensação de prazer, elas podem afetar as mudanças na atividade hormonal, desencadeando essas condições. Portanto, recomenda-se uma dieta saudável, rica em fontes de ácidos graxos ômega 3, proteínas, antioxidantes, vitaminas e minerais.

2. Dormir mal

Para ter uma boa qualidade de vida, o ideal é dormir entre 7 e 8 horas por dia, sem interrupções. Durante esse período, o corpo realiza uma série de processos que não podem

ser realizados em outros momentos do dia. Portanto, quando há interrupções ou problemas para dormir, várias reações negativas são experimentadas.

Nesse caso em particular, deve-se notar que a insônia e os distúrbios do sono têm uma estreita ligação com a depressão. De fato, existem estudos que sugerem que pessoas que não dormem bem têm até 10 vezes mais risco de ter episódios depressivos do que aquelas que dormem adequadamente.

3. Uso de redes sociais

Estudos recentes observaram uma correlação entre o abuso de redes sociais e comportamentos depressivos.

Nos últimos anos, houve várias investigações sobre o uso de redes sociais e distúrbios de saúde mental. Um estudo publicado no Journal of Social and Clinical Psychology concluiu que existe um nexo de causalidade entre o uso de redes sociais e problemas como depressão e solidão .

Fatores como comparação social constante ou bullying explicam esses efeitos. Embora seu uso moderado geralmente não tenha um impacto maior, permanecer nessas plataformas pode ser negativo. Portanto, a recomendação geral é estabelecer limites ou reduzir seu uso.

4. Consumo de bebidas alcoólicas

O abuso de álcool pode causar mudanças na atividade do cérebro, causando ou agravando crises de depressão. Os alcoólatras não podem cumprir suas obrigações de trabalho e familiares, o que pode influenciar esse distúrbio.

O mais preocupante é que, quando o alcoolismo e a depressão se juntam, o abandono do vício se torna mais difícil. Portanto, quem tem os dois problemas deve ter constante apoio profissional e familiar, indo às terapias.

5. Ambientes tóxicos

O ambiente de trabalho exerce um poder significativo sobre o nosso humor, o que pode afetar negativamente.

Muitos pacientes afetados por estresse, ansiedade e depressão estão constantemente sujeitos a ambientes tensos ou tóxicos. O que isso significa? Bem, exemplificando ambientes de trabalho, são aqueles em que há assédio, excesso de trabalho, baixos salários e dificuldade em manter relacionamentos saudáveis com colegas ou chefes.

Tudo isso causa perturbações psicológicas, pois o excesso de estresse aumenta a segregação de cortisol e outros produtos químicos. Para evitar isso, estratégias simples podem ser aplicadas: fazer pausas para descansar, evitar trabalho excessivo e maximizar o local de trabalho com música e aromas relaxantes.

Você reconhece esses fatores que afetam a depressão? Se for esse o seu caso, comece a tomar medidas para tentar evitá-los. Não se esqueça que a depressão é um problema sério que requer tratamento profissional. Se você estiver sentindo os sintomas, procure ajuda (link para terapia on-line).

Autoria: Daniela Echeverri Castro
(Fonte Original: mejorconsalud.com)
*Texto traduzido e adaptado por Naná cml da equipe Fãs da Psicanálise.

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here