Se você se identificar com alguma dessas crenças tóxicas, lembre-se de que não está sozinho.

Todos nós temos pensamentos e tendências doentias enterradas profundamente dentro de nós e que têm o potencial de, às vezes, sair. A chave é estar ciente disso, reconhecendo-as e corrigindo-as antes que se tornem parte de nossa rotina diária.

1. O presente é um indicador do futuro

Quando as coisas não estão funcionando a nosso favor, tendemos a pensar que o futuro será mais do mesmo. Por alguma estranha razão, não seguimos esse mesmo conjunto de ideias quando as coisas vão bem. Só porque as coisas não estão indo bem agora não indica que é assim que elas continuarão.

2. É tarde demais para fazer alterações

Não haverá caminho perfeito para percorrer a vida de nenhum de nós. Muitas vezes sentimos a pressão de forças externas, como família, amigos e trabalho sobre nós. Se as coisas não se alinham perfeitamente, tendemos a supor que há algo errado conosco, o que não é verdade. A vida deveria ser um belo desastre, você tem permissão para voltar e fazer as alterações necessárias. Você só precisa se virar e escolher algo novo.

3. Ser vulnerável é perigoso

A sociedade nos ensinou a sentir as coisas muito profundamente e também nos ensinou para que não falássemos muito. Muitas vezes temos medo de dizer às pessoas o que elas significam para nós. Isso não é saudável. Amar é ser vulnerável. Felicidade é vulnerabilidade. Se você deseja se abrir para belas oportunidades, a vulnerabilidade é o preço que você deve pagar. Fique na frente do mundo e diga “Este sou eu! Pegar ou largar!”

4. Estar sozinho é um problema

Está errado! O verdadeiro problema é se você não se sentir confortável em estar com você mesmo quando estiver com outra pessoa, e é hora de mudar isso. Você tem que escolher relacionamentos com sabedoria. Não deixe a solidão te enviar de volta com alguém a quem você não pertence. Solidão é incrivelmente saudável. Ame quando estiver pronto, não quando estiver sozinho. Aprenda a amar estar sozinho e você crescerá mais como pessoa do que jamais poderia imaginar.

5. Ser igual aos outros é uma coisa boa

Ignore suas dúvidas. Esqueça a noção de que você precisa se encaixar. É hora de se destacar! Pense nisso: se você passar a vida inteira se concentrando no que todo mundo diz sobre você, você acabará esquecendo quem você é! Quando você se liberta das opiniões dos outros, sua presença começa a libertar também as pessoas ao seu redor.

6. Há algo perfeito para mim

Muitas vezes, os seres humanos pensam que é possível alcançar a perfeição. Estamos à procura do amante, amigo, casa, emprego perfeito, etc. O problema de buscar a perfeição é que ela não existe em um estado estático. A vida é uma jornada contínua que evolui sem parar. Tudo o que é “perfeito” acabará por cair em imperfeição. No entanto, com paciência e mente aberta, o trabalho imperfeito pode se tornar uma carreira enriquecedora e uma casa imperfeita pode se tornar um lar acolhedor. É apenas uma questão de parar de perseguir a perfeição.

7. Tudo o que eles fazem com você é pessoal

As pessoas podem se tornar tóxicas para si e para as pessoas ao seu redor quando acreditam que tudo o que acontece no mundo é um ataque direto a elas ou que, de alguma forma, é sobre elas. No entanto, a verdade é que o que as outras pessoas dizem tem mais a ver com elas do que com você. A maneira pela qual as pessoas reagem a você está diretamente correlacionada com suas experiências de vidas, feridas e perspectivas. Se as pessoas pensam que você é incrível ou inútil, isso está mais relacionado a elas do que a você. Também não estou dizendo que devemos nos tornar narcisista e ignorar as críticas que recebemos, apenas que grande parte de nossa tristeza, dor e decepção é o produto de levar as coisas para o lado pessoal. Apenas não se apegue à opinião dos outros e use sua intuição como guia.

8. Você nunca deve ficar triste

O desejo constante de ser feliz é o que nos torna infelizes. Nada na vida é constante. Nunca haverá felicidade permanente e nunca haverá tristeza absoluta. Nosso humor sempre se moverá entre esses dois extremos. Sem um, o outro não pode existir. Em todos os momentos, estamos comparando como nos sentimos agora a como nos sentimos em outra ocasião – comparando um nível de satisfação com outro. Saia e viva sua vida ao máximo, aproveite as noites e aceite os maus momentos. O positivo, o negativo e tudo mais. Não se concentre apenas na felicidade, mas em ter uma vida plena.

(Fonte Original gutenberg.rocks)
*Texto traduzido e adaptado por Naná cml da equipe Fãs da Psicanálise.

Imagem: Маша Реймерс

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here