1. Ansiedade Social é mais do que apenas timidez
Transtorno de ansiedade social afeta cerca de 1 em 8 pessoas. A condição geralmente atinge em momentos importantes na vida das pessoas e geralmente leva a uma redução significativa na sua qualidade de vida.

2. O melhor tratamento para transtorno de ansiedade social é TCC
Transtorno de ansiedade social é mais comumente tratado com antidepressivos, mas este não é o tratamento mais eficaz. Um novo estudo descobriu que a terapia cognitivo-comportamental (TCC) é mais eficaz para tratar a ‘fobia social‘ e os benefícios continuam após o tratamento inicial ser concluída.

3. É um desequilíbrio químico, mas não o que você pensa
Transtorno de ansiedade social está ligado a maiores níveis de serotonina no cérebro, e não níveis inferiores, como se pensava anteriormente. As pessoas com ansiedade social realmente produzem mais do neurotransmissor serotonina no cérebro.

Quanto mais serotonina produzem, mais ansiosas se tornam. O resultado é uma surpresa já que ansiedade social é muitas vezes tratada com SSRIs como Prozac, Paxil e Zoloft. SSRIs (inibidores seletivos de recaptação de serotonina) na verdade aumentam os níveis de serotonina no cérebro.

4. Ainda assim, antidepressivos ajudam alguns…
Uma combinação de antidepressivos SSRIs e terapia cognitivo-comportamental pode ser uma forma eficaz de tratamento para transtorno de ansiedade social.

As varreduras do cérebro mostraram que a terapia combinada reduziu a resposta neural na amígdala – parte do cérebro fundamental para o processamento de medo e ansiedade.

5. … mas têm efeitos colaterais
Enquanto os antidepressivos podem ser eficazes, eles também estão associados a efeitos colaterais, e eles não funcionam para algumas pessoas.

Mais importante ainda, os efeitos benéficos da medicação tendem a se desgastar após a descontinuação.

Leia Mais: 6 passos infalíveis para controlar a ansiedade

6. Seus amigos gostam de você mais do que você pensa
Pessoas com transtorno de ansiedade social podem ter dificuldade para fazer amigos, mas eles são vistos mais positivamente pelos outros do que eles imaginam (Trew & Alden, 2015). Enquanto os que sofrem de ansiedade social acham que suas amizades não são de qualidade, seus amigos são muito mais positivos.

7. Atos de bondade podem ajudar
Realizar atos de bondade pode ajudar as pessoas com ansiedade social a se misturarem com outros mais facilmente, segundo um estudo recente (Rodebaugh et al., 2014).

No final do estudo quem tinha realizado os atos de bondade se sentia mais confortável em interações sociais. Os atos de bondade pareciam ajudar as pessoas a lidar com preocupações sobre a rejeição.

8. Exercícios e probióticos
As pessoas que comem mais alimentos fermentados têm menor ansiedade social (Hilimire et al., 2015). Alimentos fermentados que são uma parte regular da dieta ocidental incluem leite, queijo, iogurte e pão. Eles geralmente contêm probióticos, que podem trazer benefícios.

O estudo também descobriu que quanto mais exercícios as pessoas fizeram, menor a sua ansiedade social.

9. Nunca é tão ruim quanto você imagina
Você pode sentir como se todos pudessem ver exatamente o quão ansioso você se sente, mas isso não é necessariamente o caso. As pessoas que têm transtornos de ansiedade graves consistentemente superestimam seus sintomas, em comparação com testes objetivos.

(Fonte: psicoativo)

* Texto publicado com a autorização da administração do site.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here