Vivemos em um mundo onde falta compreensão. As pessoas olham, tocam, pensam saber, pensam conhecer mas não se esforçam para entender.

Deveríamos evitar os julgamento baseados puramente em achismos. Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é, já dizia o poeta. Cada um carrega uma cruz de peso e tamanhos diferentes. Cada um reage a traumas, dores, desilusões e situações, de maneiras distintas. Existe sempre um motivo por trás de todo e qualquer comportamento.

Não estou dizendo que somos obrigados a aceitar nada, mas antes de dar o veredito, deveríamos tentar entender o porquê. Tenho consciência de que existem situações que não podem ser entendidas, mas estou falando aqui de todas as outras que podem.

Isso é compaixão, é se colocar no lugar do outro, é ser mais tolerante e saber avaliar mais do que a informação, é deixar os olhos da alma entenderem os sentimentos em questão.

Antes de achar, entenda, antes de concluir pergunte, antes de apontar o dedo, dê uma boa e demorada olhada no espelho e se o seu teto não for de vidro, então vá em frente e atire a primeira pedra.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Wandy Luz
Wandy Luz tem 30 anos, mora em Londres há 11 e trabalha para a Fundação Bill Gates, é colunista e apresentadora do Boa Noite UK. É colunista do site Fãs da Psicanálise. "Enquanto vivo, sinto e aprendo, compartilho através de um bale não sincronizado de palavras, todos os segredos do meu coração".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here