Pessoas tranquilas costumam passar despercebidas. Raramente é levado em consideração o que está por trás dessa aparência serena, cautelosa e silenciosa. São pessoas observadoras, exploradoras dos sentidos, que se conectam mais intensamente com a realidade, com os pequenos detalhes e com aqueles mundos sensíveis que escondem universos variados e emocionantes.

Não se trata de exaltar um estilo de personalidade sobre outro. De fato, a maioria de nós pode ter características de ambas as dimensões, embora estejamos mais próximos de uma delas. O que queremos expor com isso é que hoje, esse silêncio no introvertido ainda é mal compreendido e até negligenciado nas escolas.

Cada um de nós processa as informações de maneira diferente, isso é algo que já sabemos. No entanto, às vezes sentimos falta de que essas diferenças estejam ligadas principalmente ao nosso estilo de personalidade. Segundo Marti Olsen Laney, autor do livro ” A vantagem introvertida”, pessoas caladas, que respondem a um perfil introvertido, o fazem de maneira mais lenta, mais meticulosa e profunda.

Isto é verdade por um motivo muito específico, embora fascinante. Todo estímulo no cérebro da pessoa introvertida faz uma jornada complexa ligada à memória emocional, análise e planejamento. Por outro lado, as pessoas mais extrovertidas têm um limiar de sensibilidade ligeiramente menor aos estímulos e são muito mais rápidas quando emitem uma resposta ou iniciam um comportamento.

Todos os dias, professores veem nas salas de aula aqueles alunos que, sentados nas últimas fileiras, passam a aula inteira em silêncio. Eles não gostam de responder às perguntas em voz alta ou interagir nas lições. Eles não funcionam dessa maneira. No entanto, escolas e até universidades ainda valorizam o aluno que participa, que dá palestras, que levanta a mão e espalha entusiasmo e interesse por sua atitude.

Esse estereótipo que liga extroversão com sucesso ou eficácia permanece profundamente enraizado em nossas mentalidades e em nossa sociedade. Os especialistas em psicologia social, por exemplo, indicam que nessas últimas décadas o perfil da pessoa extrovertida, carismático, mas ao mesmo tempo egocêntrico e pouco sensível às necessidades dos outros, continua a sobrecarregar muito mais fortemente nosso ambiente de trabalho e nossas elites políticas . Contudo, e aqui vem a pesquisa atual mais contraditória sobre liderança, que revela que pessoas introvertidas, caladas, atenciosas e pacientes levariam a um desempenho muito mais alto e a um ambiente humano mais satisfeito.

As pessoas quietas e suas mentes

Pessoas silenciosas não são necessariamente tímidas, elas têm outro ritmo e outras necessidades. Para elas, o mundo às vezes passa rápido demais e elas não conseguem analisar como desejam todos os aspectos, todos os detalhes. Como toda nuance da sua realidade deve primeiro passar pelo filtro das emoções e de tanta delicadeza, essa meticulosidade carrega sua tarefa, sua linguagem, sua habilidade.

Algumas pessoas acham o silêncio tão desconfortável e insuportável, supomos que talvez seja porque exista muito barulho dentro delas.

Pessoas calmas não se sentem confortáveis sendo o centro das atenções . Elas não são satélites de ninguém e preferem orbitar em espaços privados, às vezes até solitários. Esse estilo comportamental pode despertar alguma estranheza aos olhos dos outros; portanto, muitas vezes as pessoas mais calmas são rotuladas de tímidas, amoralizadas, reservadas ou sem interesse.

No entanto, é importante saber que esse estilo de personalidade esconde seus tesouros e belezas nas profundezas e é aí que reside sua beleza sem fim.

Afinal, as pessoas quietas são cúmplices dessa sabedoria que vem da reflexão, imaginação e, acima de tudo, do silêncio.

(Fonte Original gutenberg.rocks)
*Texto traduzido e adaptado por Naná cml da equipe Fãs da Psicanálise.

(Imagem: Tasscha Lico)

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here