O assunto político tem tomado grandes proporções ultimamente. As mídias sociais estão repletas de revoltas contra os políticos em geral e afirmações extremas sobre os mesmos, o ódio contra a corrupção que afeta a população é mais do que aceitável, é necessário.

As páginas nas redes sociais pedindo impeachment (mesmo que escrito errado) da presidente e esbravejando contra a corrupção dos poderosos ganham milhares e milhares de seguidores todos os dias e defensores mais que calorosos. Pessoas que votaram em um candidato se sentem superiores e adoram gritar aos quatro ventos que não colaboraram com o caos regrado à corrupção que temos vivido atualmente. Será?

Quando nos perguntamos o porquê de ser praticamente impossível encontrar um candidato com a ficha limpa bem posicionado no Brasil, dificilmente obtemos respostas. O problema em geral está na população. É isso aí, somos nós mesmos, que não apenas tememos o desconhecido como colaboramos diretamente para a corrupção geral.

Sabe aquele dinheiro que você, mesmo vendo o rapaz derrubar, botou no bolso correndo antes que ele percebesse que caiu? Aquele dinheiro que, ao dar o troco, o atendente do supermercado te passou sobrando e você manteve silêncio e se sentiu satisfeito, sortudo? Àquele produto que você comprou baratinho mesmo desconfiando que era roubado, àquela prestação que você espera “caducar” no sistema de proteção de crédito e não pretende pagar nunca? E aquele dia que você fingiu estar dormindo no banco colorido do ônibus para não precisar ceder o lugar para a gestante ou o idoso que entrou? Você entrou pelas portas traseiras do ônibus se sentindo o maioral e ainda é cheio de desculpas? Pois é. Sabia que os políticos corruptos também inventam um monte de desculpas para justificar seus atos? Você é tão corrupto e egoísta quanto os odiosos políticos que você acusa com tanto ardor.

Você sai por ai, esbravejando contra todos e se sentindo vítima da corrupção que você mesmo alimenta, mas está sempre tentando levar vantagem em tudo. A diferença entre você e os nossos políticos é que você tem menos poder. Do contrário, seria mais um se divertindo com o dinheiro público. Se você aproveita todas as oportunidades, mesmo que incorretas, para se dar bem nas situações, comece a pensar em suas atitudes antes de sair acusando por aí. Vamos aprimorar nosso próprio caráter para garantir melhores pessoas no poder futuramente, a começar por nós mesmos?

(Autora: Jannine Dias)

(Fonte: lounge.obviousmag.org)

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

18 COMENTÁRIOS

    • Concordo plenamente. Nunca o ódio produziu um movimento de construção, mas apenas de destruição. E a continuidade deste ódio pode levar a posturas mais tirânicas e anti democráticas, sob o pretexto hipócrita de que a transparência das relações é que produz corrupção, portanto é melhor reprimir, censurar.

  1. texto lamentável, o exemplo vem de cima . Quando nao existe civismo e patriotismo, ninguém se importa com nada. Veja o que se ensina nas escolas. Muitas vezes quem deve num país de 12 milhões de desempregados, não tem como pagar. Temos diversos casos e lixeiros,civis devolvendo dinheiro achado, as vezes sem ter o que comer. Se queremos essa educação de respeito, devemos focar na educação. Essas feministas que fazem coco na porta da igreja,,correm pelada no meio da rua , é educação? Precisamos de mudança de sistema governamental e um ânimo ao povo que respeitará a Pátria que também o respeita.

    • Mas, de onde vem os políticos que elegemos? Nascem por geração espontânea? Não. São gerados no meio da sociedade, no meio do povo. Não devemos nos esmerar nas atitudes de “cima” porque elas se apresentam constantes em todos os lados. Enquanto não nos reconhecermos corruptos, que usamos desse artifício para que nos beneficiemos, não temos moral em criticar as atitudes de quem nos representa se não fazemos jus ao que realmente repudiamos. É a velha lei do “levar vantagem em tudo”: enquanto é benéfico a mim e a quem tenho, não preciso ponderar e me preocupar. Agora, quando passa a não me favorecer, vou bronquear, “exigir meus direitos”. Tudo isso é uma questão de conscientização e autocrítica que devemos aprender a realizar para que realmente possamos nos comprometer no combate à corrupção. Para nós, o errado é sempre o outro. Nós somos os justos, castos e probos.

    • Você é como o Lula me dar um orgulho danado de ser brasileiro, quando testemunho a sabedoria humana ainda mais em um brasileiro,

      Primeiro vi o título do artigo já iria de cara meter o pau, porque sou advindo dum programa escolar publico e incompleto, ou seja sem hábitos literários, mas como “água mole em pedra dura… ” li até o fim e fui contemplado com teu comentário, moro na Europa em um país dito civilizado, entre a capital e uma pequena cidade fronteiriça com um paraíso fiscal.

      Tanto na capital quanto na pequena cidade a educação é universalizada e padronizada, o bairro da capital é economicamente e socialmente misto, mestiço, multe religioso multe racial e cosmopolita, mas o comportamento das pessoas é completamente diferente assim como no Brasil que não tem uma educação padronizada

      .
      A melhor sonda de medição do comportamento é o trânsito, onde na pequena cidade além de já ter recebido uma proposta de pagamento de minhas compras por conta de um problema técnico, no trânsito a impressão que tenho é de que os carros não têm buzina.

      Mas no supermercado da capital já fazem 4/5 anos que não passo pelo caixa convencional, vou diretamente no automático porque me sentia freqüentemente agredido por um funcionário ou por um um cliente, as vezes os dois juntos, mas foi bom porque virei craque no caixa automático.

      Sem contar que buzina-se por qualquer coisa nas ruas, minha conclusão é de que o modelo de convivência social e cívica dum lugar é responsabilidade do Estado e não das pessoas, não sei quem escreveu este artigo mas já dar pra ver que não é alguém de humanas.

      Eu também não mas, ele não deve ter lido nada sobre evolução social da humanidade pra compreender que o Estado foi criado pelo homem para que resolvesse exatamente desordem que é comportamento humano quando em grupo.

      Eu acho que podemos chamar de seleção natural das coisas, quando adotamos no efeito de grupo o que há de melhor para o bem-estar de todos, e o resto cabe ao estado criar regras concretas para reformar e transformar tudo que é nefasto a maioria, porque defender o abstratas é muito fácil como apontar com o dedo, o que não resolve nada.

    • Discordo totalmente de você. Se você precisa de alguém em uma posição de renda ou posição de status superior ao seu pra você seguir regras básicas de convívio cívico -> você é uma MERDA. Não adianta gritar com dedo no cu Corrupção – Racismo – Transfobia isso ou aquilo – se ninguém tem vergonha na cara pra seguir uma simples regra Cívica nas filas, nos transportes públicos e nos estacionamentos.

  2. “Você é tão corrupto e egoísta quanto os odiosos políticos que você acusa com tanto ardor.”

    Poxa vida mas que comparação. Obviamente que uma atitude escrota de ocupar assento de deficiente, mesmo não sendo um, colabora para um caso de corrupção que some com mais de 200 bilhões de reais todos os anos não é mesmo? Tal dinheiro que deveria ir para os hospitais, segurança, educação, acaba colaborando para uma matança generalizada da população brasileira. Então se vc sentou na vaga para pessoas idosas, gestantes, ou deficientes, vc também está no mesmo barco que os corruptos que roubam bilhões por ano e matam milhares todos os anos. Tá todo mundo no mesmo barco, sendo assim, quem estacionou alguma vez em uma vaga para deficiente, algo cuja a penalidade é uma multa e pontos na CNH, não tem moral nenhuma pra criticar corruptos genocidas, mesmo que tal atitude (criticar) seja algo necessário conforme a matéria.
    O textinho com segundas intenções… Deixando bem claro! Texto feito para desmoralizar a sociedade. Isso colabora para o aumento da corrupção, pois como que vc vai criticar alguém que rouba bilhões e mata milhares, se vc está no mesmo barco?

    Não estou querendo dizer que essas atitudes da sociedade em geral não deva ser criticada, mas comparar elas com esquemas de corrupção bilionários é de uma desonestidade sem tamanho!

    • Isso tudo que vc falou, tbm deixa claro, que se roubar 1 centavo ou 1 bilhão de reais, é roubo ou apropriação indevida. A mesma coisa de alguém que achou uma carteira com dinheiro e não querer devolver. Zé poderia devolver e não devolveu pq não quis é roubo, igual a quem rouba na política

  3. Análisando a charge vejo pessoas sem educação, empresas de transporte que visam somente o lucro e abarrotam os coletivos acima da capacidade, e órgãos públicos que não fazem seu trabalho de fiscalização por incompetência ou porque estão recebendo propina para fazerem vista grossa, então achei um pouco discriminatória essa matéria,colocando as pessoas menos favorecidas que utilizam o transporte público, como origem e exemplo de corrupção, sendo que o maior exemplo de corrupção na nossa sociedade tem sido o estado e a elite de grandes empresários que deveriam ser exemplos de justiça e honestidade e não o são, pelo contrário na sua maioria são agentes gananciosos e geradores do caos.

  4. Acho que a intenção aqui não foi discriminar quem precisa – e mais pessoas deveriam, se possivel fosse – usar o transporte público, a corrupção, a famosa ” Lei de Gerson ” está, sim, enraizada no povo brasileiro em geral, independente de sua posição social e sua renda, reclamamos que os nordestinos e pessoas mais pobres não sabem votar, que querem sobreviver dos Bolsa isso, bolsa aquilo por pura discriminação, quem não dá bem cedo exemplo à sua prole de como se deve viver em sociedade, com seus direitos e deveres, cobrando sempre seus direitos e ” esquecendo” desses estará tornando sua próxima geração até pior que sua própria, punimos quem rouba por necessidade premente, o chamado furto famélico e elegemos políticos cuja função é, únicamente, engavetar e projetar seu corporativismo, ao não reconhecer e punir quem rouba muito… temos esse exemplo bem claro, no governo que forma a equipe para a próxima legislatura…

  5. Comparação triste e enviesada.
    Quando se fala de CORRUPÇÃO é aquela que lesa gravemente todos, um país, uma sociedade, um grupo significativo de pessoas.
    Escamotear os crimes de colarinho branco, os ladrões para offshores, os políticos de qualquer cor que roubam todo um povo, as riquezas colectivas, …. é estar do lado deles, da ladroagem titulada, que liquida o Brasil e todas as nações onde a corrupção se instala. Estes corruptos são criminosos e em muitos países recebem penas de morte, perpétua ou coisa como 180 anos! P.F. Tenham discernimento mínimo e não façam dos outros tolos.
    Minha nossa ! estabeleçam a diferença entre a floresta e a árvore !

  6. Nem tudo. Se quem escreveu é corrupto, ladrão, desonesto, é um problema pessoal deste.
    Eu não ando por aí roubando, dando calote nas pessoas e sendo desonesto.
    A população está deseducada, ignorantizada propositalmente, por uma esquerda maldita que há décadas vem destruindo todos os alicerces de nossa sociedade. Fortes alicerces! Graças a Deus, o mau intento desta maligna esquerda não foi permitido.
    A população precisa se reeducar? Ser novamente orientada? Grande parcela, sim, sobretudo os mais jovens, que cresceram sendo “desorientados” sistematicamente.
    Só que… Não é a população de bem, que guarda os antigos conceitos de honestidade, responsabilidade e mérito, que está assentada nos postos em cargos públicos do poder de governo. E isto tem que mudar! O idôneo precisa se interessar pela Coisa Pública, e substituir os ratos que ali se alojaram e se proliferam! Como pragas que são.
    A responsabilidade do “não ser leviano, corrupto, ladrão descarado, é acima de tudo, de todo aquele que se assentar nesses postos do poder. Ou do contrário, que seja preso. Uma população deseducada, desorientada, não é desculpa para que corrupto, descarado, criminoso, tenha “autorização” para cometer crimes! Deixe de ser besta!

  7. Achei o texto muito tendencioso, comparar realidades absolutamente distintas. Ambas ações estão erradas, mas daí colocar no mesmo nível dos políticos, é de perversidade gritante. É negar o mal devastador que ceifam milhões de vidas e torna o nosso cotidiano uma DESGRAÇA. Acho que seria melhor reescrever o texto porque é inconcebível que alguém defenda os políticos igualando as ações deles a falta de educação da população.

  8. Jannine, parabéns pela sua esquerdopatia descontrolada. Seu tema é ultrapassado, seu comentário é rebuscado, oportunista, burro, e tenta jogar todos numa vala comum. Porém, se estás nessa vala, não tente me jogar nela, por dedução, e a partir dos teus atos e valores. Isso é por demais injusto e ofensivo !! Se isso é tudo o que tú consegues manifestar… com a máxima vênia, filha… é um lixo !!

  9. Com todo o respeito, isso não tem a ver com corrupção, e sim com falta de educação; aliás costumo dizer que este tipo de comunicado apenas serve para mostrar como somos mal educados; em minha infância não tinha nada disso, mas era a coisa mais comum ver pessoas se levantando para ceder seu lugar para uma mulher ou homem mais velho, gestante, ou até mesmo pessoas com crianças de colos fossem elas homens ou mulher as pessoas levantavam.

    A meu ver nos últimos anos onde os governos eram de esquerda onde todo mundo só funciona a partir de leis, o critério moral foi acabando e acabou por conceber este tipo de pessoa; ou seja, se existe algum culpado aqui chama-se PSDB e PT com seus puxadinhos; mas agora sob a direção de Deus o qual entregou o cajado desta Nação a Jair Messias Bolsonaro, vamos desenvolver novamente os valores acima descrito, pois a grande maioria dos Brasileiros não são como você Jannine descreveu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here