Simplesmente não há explicação, você pega aquele edredom quente e fofo todas as noites, sim TODAS as noites e não desgruda dele, mesmo que o grude seja ocasionado por suor!

O fato é que solução fácil para se refrescar e dormir melhor seria jogar as cobertas – mas, por mais suado e desconfortável que esteja, você não pode ficar totalmente livre de lençóis ou cobertores.

Você toma um banho de água fria antes de deitar por baixo do cobertor, ou enrolar uma perna por cima dele ou colocar um ventilador diretamente ao seu lado da cama. Você pode até se sentir corajoso o suficiente para dormir com a parte de trás do corpo exposta (enquanto a parte da frente fica firme). Mas livrar-se totalmente dessa cobertura superior? Isso parece loucura!

Por que dormir sem esses cobertores é tão desagradável, mesmo que possa melhorar a qualidade do seu sono potencialmente? Que bom que você perguntou.

Cobertores e lençóis são geralmente um acessório útil para dormir…

“Nosso ritmo circadiano está ligado à temperatura e uma queda na temperatura corporal ocorre imediatamente antes do sono”, explicou Ellen Wermter, enfermeira da família certificada pelo conselho em Charlottesville, Virgínia, e porta-voz do Better Sleep Council

Sua temperatura continua a cair durante a noite. É a maneira do seu corpo de economizar energia, para que possa ser redirecionado para outros sistemas, como o digestivo.

Lençóis e cobertores impedem que a temperatura do seu corpo caia muito baixo e o acordem, o que dá às suas entranhas a chance de concluir seus processos restauradores sem interrupção.

… Mas durante o tempo quente, nem tanto.

Quando o tempo está sufocante, nosso ritual de colocar cobertores para nos aquecer pode funcionar contra nós. Por um lado, mesmo um lençol levinho prende o calor contra seu corpo. “Quando você já está quente, aumenta ainda mais a temperatura e cria-se um forno a vapor”, disse Wermter.

Como a queda natural da temperatura corporal antes do sono é um sinal de que é hora de dormir, temperaturas muito quentes levam o cérebro a pensar que é hora de estar ativo, e não descansar.

E mesmo que você consiga adormecer, é provável que você não continue assim. “É provável que sua temperatura central suba suficientemente alto para acordá-lo enquanto seu corpo trabalha para se resfriar”, disse Wermter. Isso fragmenta seu sono.

Romper com edredons, cobertores e lençóis não é tão fácil quanto parece.

Assim como a queda inicial da temperatura corporal é uma dica para dormir, o mesmo ocorre com as cobertas sobre o corpo cansado. (Os especialistas chamam essas dicas de “associações de início do sono”.) “Faz parte de sua rotina e, sem ela, seu cérebro sente que algo está faltando e pode achar difícil relaxar”, disse Wermter.

Além disso, é algo confortável!

Durante o REM, ou movimentos rápidos dos olhos, seus níveis de serotonina diminuem. A serotonina é o neurotransmissor mais conhecido por estimular sentimentos de calma, disse Sanam Hafeez, neuropsicólogo e professor adjunto da Universidade Columbia de Nova York.

O uso de cobertores, especialmente os pesados, está associado a níveis mais altos de serotonina, o que significa que eles podem nos ajudar a dormir melhor. Pode ser que o peso da cama cause estimulação de pressão profunda que ative o sistema nervoso parassimpático, potencialmente aumentando a dopamina (outro neurotransmissor que melhora o humor) e os níveis de serotonina em alguns indivíduos, explicou Wermter.

Portanto, dormir com cobertas pode ser excelente no inverno, mas prejudicial no verão! O que fazer??

Veja como os especialistas sugerem que você ajuste seu jogo de roupa de cama para se refrescar, secar e descansar.

1- Tome um banho quente antes de dormir.

“Quando você aquece rapidamente seu corpo no chuveiro, você desencadeia seu processo natural de termorregulação”, disse o neurocientista Chelsie Rohrscheib, especialista em sono na Austrália e membro do Instituto do Ciclo do Sono.

Em outras palavras, a água na sua pele evapora após o banho, esfriando seu núcleo rapidamente e dizendo ao seu cérebro que é hora de dormir. O resultado? Suas cobertas parecerão mais um oásis aconchegante e menos uma panela de pressão.

2- Vá mais leve nas etapas.

Se passar do uso de um cobertor mais pesado a nada for um choque, alivie gradualmente as cobertas ao longo de várias noites.

“Isso dá tempo ao seu cérebro para se ajustar à diferença de peso à medida que você troca seus cobertores por outros mais finos e respira mais facilmente”, disse Wermter.

Ou coloque suas roupas de cama em camadas e ajuste conforme for necessário, a cada noite.

Aconchegue-se em um travesseiro especializado para o corpo.

Um travesseiro de clone usa espuma de memória desfiada e uma camada removível de gel de resfriamento para impedir que seu corpo se assar, disse Hafeez. Também é coberto com uma fronha de algodão, um tecido famoso por permitir que sua pele respire.

Descubra seus pés.

Pesquisas sugerem que manter os pés frescos – digamos, colocando-os em água fria antes de dormir ou enfiá-los debaixo das cobertas – pode ajudar a diminuir a temperatura geral do corpo.

Dê a si mesmo algum espaço.

Dormir perto do seu parceiro pode aumentar o índice de calor, disse Wermter. Se o seu colchão for grande o suficiente, dê espaço suficiente para regular melhor a temperatura do seu corpo.

(Fonte:www.huffpostbrasil.com)

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here