Se você está se sentindo vazio, não está sozinho. Muitos de nós nos sentimos vazios de maneiras diferentes. Por exemplo, você pode se sentir vazio porque algo está faltando em sua vida, seja alguém que faleceu, um amigo que partiu, um namorado que te deixou. Esse vazio é traduzido como um “abandono lento de não ser capaz de escutar nossas próprias esperanças e desejos”.

Acontece que você pode se abandonar inconscientemente, isso acontece porque está se esforçando para obter a perfeição ou a aprovação dos outros. Abandonar a nós mesmos pode desencadear ansiedade, depressão, culpa e vergonha.

Esse vazio existencial faz com que a pessoa se sinta sozinha. Pessoas que lutam contra a depressão relatam sentirem-se vazias (em vez de tristes). Esse tipo de sentimento de vazio vem com o não se importar muito, não estar interessado em coisas, não se sentir motivado por nada em particular.

Se você está sentindo esse vazio, procure ajuda de um psicoterapeuta. É importante fazer um rastreio do que lhe levou para essa depressão. Como você lida com seu vazio depende do que está causando isso. Aqui estão algumas sugestões:

1. Gentilmente reconheça o vazio.
Se você está vivendo um vazio que é parecido com um buraco no peito, reconheça isso e seja gentil com você mesmo. Não se surpreenda por se sentir assim. Não tente descartar ou mudar seus sentimentos.

Se esse vazio é por causa da morte de um ente querido, não fique zangado consigo mesmo por ainda estar de luto mesmo anos depois dessa morte. É angustiante perder um ente querido, e embora a perda mude de forma ao longo do tempo, podemos não nos conformar de que a pessoa tenha morrido… Nesse caso, você precisa aprender a viver a sua vida convivendo com a perda dessa pessoa.

Uma sugestão é conversar consigo mesmo com compaixão. Por exemplo, você pode dizer: “É difícil se sentir tão solitário” ou “Você está certo; você precisa se sentir mais amado, mas não pelos outros e sim por você mesmo”.

2. Fique um tempo consigo mesmo todos os dias.
Em vez de tentar preencher o vazio com drogas, álcool, TV, jogos de computador ou qualquer outra coisa, olhe para dentro e passe tempo consigo mesmo. Explore os seus próprios desejos, medos, esperanças e sonhos. Isso ajuda você a criar mais significado para a sua vida diária e o seu futuro. Como diferentes atividades funcionam para pessoas diferentes, você pode descobrir que a meditação, a escrita ou o exercício físico ajudam você a se concentrar novamente.

Pode parecer desconfortável no começo, mas quanto mais você dedica tempo e energia a si mesmo e cuida de si mesmo, menos presentes serão aqueles sentimentos vazios.

Leia Mais: Sobre conversas superficiais e discursos vazios

3. Explore seus sentimentos atuais.
Pare por cinco minutos e perceba o que você está sentindo, anote. Você pode escrever “entediado” ou “distraído” ou “curioso”. Se você está tendo dificuldade em nomear seus sentimentos, procure por uma lista de sentimentos no Google.

Você também pode se concentrar em uma parte do seu corpo, como a mão ou a cabeça, e procurar catalogar a sensação, como temperatura, tensão ou movimento.

À medida que você pratica intervalos curtos de permissão de sentimentos, você gradualmente amplia sua janela de tolerância para incluir sentimentos maiores por períodos mais longos.

4. Explore seus sentimentos de vazio.
Podemos fazer isso enquanto escrevemos, passeamos ou bebemos uma xícara de chá, por exemplo.
– Eu tenho me julgado ou me comparado a outros?
– Eu digo a mim mesmo coisas positivas?
– Eu costumo notar falhas ou me chamar de feia ou estúpida?
– Meus sentimentos estão sendo considerados em meus relacionamentos ou estou minimizando o que estou sentindo?
– Estou cuidando ativamente das minhas necessidades físicas e de saúde?
– Eu me voltei para comportamentos ou vícios para evitar meus sentimentos?
– Estou focando apenas nas necessidades de outra pessoa ou pessoas?
– O que estou tentando provar ou ganhar?
– Estou me culpando ou sentindo culpa por coisas que estão fora do meu controle?
– Estou tendo compaixão comigo como teria com um amigo próximo ou membro da família?
– Estou me autoafirmando em minhas decisões e respeitando minhas opiniões pessoais?

Sentimentos de vazio podem levar a pensamentos angustiantes, como “a vida não vale a pena ser vivida”, ou “não há esperança”. Mais uma vez, a psicoterapia (link para psicoterapia online) pode ajudar. Explorar as causas de seus sentimentos e capacitar você a tomar suas próprias decisões sobre como implementar mudanças positivas, é algo significativo e que lhe fará bem.

É importante reconhecer e aceitar seus sentimentos de vazio. Se você está tendo relacionamentos difíceis, perdas ou sentindo falta de propósito ou significado, você necessita de ajuda. Todos somos dignos de viver uma vida plena e significativa.

(Fonte: psychcentral)
*Tradução e adaptação: Equipe Fãs da Psicanálise.

Imagem: whoislimos

 

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here