Tudo fica diferente na vida de uma mulher depois que ela se torna mãe.

O tempo para sair com as amigas, trabalhar, fazer o que gosta ou até algum autocuidado, como unhas e cabelo, são rapidamente substituídos por todas as funções que a  acompanham nessa nova fase que começa ao saber que terá um filho.

De forma alguma essa mudança representa algo ruim, porque descobrir a maternidade, de criar e amar incondicionalmente uma pessoa que nasceu de dentro de você é certamente uma das experiências mais emocionantes que um ser humano pode viver!

No entanto, junto ao amor e à alegria, chega o cansaço.
A rotina fica muito mais intensa, e mesmo com a licença maternidade as mães passam grande parte de seus dias na ativa, raramente com tempo para parar e descansar.

O mais impressionante é que, mesmo com toda essa correria, muitas pessoas ainda fazem comentários do tipo: “nossa, então você só fica em casa cuidando do bebê?”, “poderia então usar esse tempo para descansar, não é?!”. Claramente não entendem nada do que significa ser mãe de crianças pequenas.

Um estudo encomendado pela empresa norte-americana de sucos Welch’s, entretanto, pode ajudar as pessoas a compreenderem melhor a realidade da rotina de uma mãe. Para o estudo, foram entrevistadas 2 mil mães norte-americanas e os resultados mostraram que elas chegam a trabalhar cerca de 98 horas por semana, o que dá uma média diária de 14 horas, ou seja, basicamente o dobro da rotina normal de um trabalhador: 8 horas por dia.

Além disso, a rotina das mães é muito mais pesada porque, diferente dos trabalhadores comuns, elas não possuem horas de folga, final de semana, e muito menos horário de almoço.

As mães ouvidas pelo estudo que tinham filhos com idades entre 5 e 12 anos iniciavam sua jornada às 06:23h e terminavam apenas às 20:31.

“Os resultados do estudo mostram o quão difícil é ser mãe e a quantidade imensa de tarefas que isso envolve”, disse Casey Lewis da Welch’s, empresa que financiou o estudo.

O estudo também mostrou que 40% das mães sentem que suas obrigações parecem nunca ter fim, e quem já viveu essa fase sabe muito bem o quanto as tarefas de casa e relacionadas às crianças se acumulam rapidamente.

Esse é um ótimo estudo para mostrar para as pessoas que julgam a rotina das mães e acham que elas têm muito tempo livre.  Como já falamos por aqui, a saúde o bem estar de uma mulher e a criação dos seus filhos depende sim de  colaboração!

Fonte: abc7ny.com/

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here