Hoje escolho ser feliz. Decidi focar meu horizonte em tudo aquilo que é importante para mim. Hoje decidi não me amargar por nada nem por ninguém, e permitir que o que me resta de existência seja a melhor parte da minha vida.

Fica claro que todos nós desejamos aplicar estas mesmas palavras em nosso futuro próximo, mas o problema essencial é que nem sempre sabemos priorizar o que é realmente importante, nem controlar de modo adequado muitas das emoções que nos impedem de ser felizes.

Convidamos você a refletir sobre isso em nosso espaço e a aplicar estratégias simples em seu dia a dia.

Hoje escolho ser feliz e não amargar a minha vida por nada nem ninguém

De acordo com o psicólogo Paul Watzlawick em seu livro “A arte de amargar a vida”, as pessoas têm uma habilidade especial de complicar a vida de uma forma quase surpreendente.

Leia mais: 20 pensamentos de Carl Jung que podem ajudar na autocompreensão

Sabemos que não é fácil admitir isso, que é difícil aceitar que nós, partindo de fatos simples, acabamos gerando autênticos labirintos que nos trazem a infelicidade.

Por isso, bastaria apenas levar em conta estas recomendações nas quais devemos pensar, e introduzi-las em nosso dia a dia.

Pensar de forma diferente para ver o mundo de outra forma

Você já pensou nisso alguma vez? Seus pensamentos determinam as suas emoções, e como consequência, a forma como você orienta suas ações e comportamentos.

Em algumas ocasiões, muitos de nós nos queixamos de determinadas pessoas: “meu companheiro de trabalho me deixa muito nervoso”, “está claro que não vou ter mais oportunidades nesta vida”…

-Este tipo de pensamento só consegue, na verdade, gerar emoções negativas. Se você me deixa nervoso, alimento esta sensação incômoda, e se penso que “meu trem” já passou, então verei o dia a dia como um túnel sem saída.

Leia mais: Quando você se permite o que merece, atrai o que precisa

-Mude o pensamento e as suas emoções o ajudarão a ver o mundo de outra forma. “Hoje decido que meu companheiro de trabalho não vai amargar a minha vida, não vou dar atenção, irei desativar tudo de negativo que ele me causa”.

-Hoje decido que meu futuro irá trazer novas oportunidades porque mereço ser feliz, porque ainda tenho muitas coisas para descobrir.

Hoje escolho deixar de me prender ao passado

Algo que muitos psicólogos e psiquiatras nos dizem é que as pessoas passam grande parte do dia recordando, evocando aspectos do nosso passado. Fica claro que toda experiência vivida origina um aprendizado e uma lembrança emocional em nosso cérebro que, embora possa nos ajudar, também pode criar muros em nosso presente.

-Não é saudável prender-se aos erros ou fracassos de ontem. As decepções e as pedras no caminho devem ser assumidas, aceitas e superadas. Centrar-se nelas não ajuda, muito pelo contrário.

-Voltamos ao passado com o olhar e o coração para evocar aspectos que nos ajudem ou que nos deem forças para seguir adiante. Para que isso possa ser assim, é preciso ter superado rancores, ódios e tristezas que já passaram.

O simples ato de perdoar e deixar ir nos ajuda muito em nosso dia a dia.

“Sim” a um diálogo interno mais construtivo

Outro aspecto essencial é gerar um diálogo interno que seja construtivo e não negativo. As atitudes fatalistas colocam muitos obstáculos em nossa vida e, de fato, é algo que todos nós fazemos com nós mesmos com frequência.

-Adiamos certas coisas porque pensamos que não é o momento, que vamos fracassar, que vamos “pagar mico” ou que vamos sair feridos.

-Um diálogo construtivo é o que oferece não apenas ideias, mas também uma sensação de eficácia e superação, pensar que vamos ser capazes de muitas coisas e que, sem dúvida, merecemos ser muito felizes.

Leia mais: 50 frases de felicidade para transformar sua visão do que é ser feliz

-É necessário eliminar de nossa mente expressões como “não posso”, “não vai dar certo”, “não sou bom para isso,” “vou fracassar”.

-Algo a levar em conta é que nosso diálogo interno é afetado pelas pessoas que nos rodeiam. Nosso entorno pode favorecer a sensação de que “estamos amargando a vida” e, por isso, é necessário saber manter uma certa distância de quem ataca nossa autoestima e quem, ao contrário, nos ajuda a crescer.

“Hoje escolho ser feliz e decido que o resto da minha vida será a melhor parte da minha existência”. Esta frase nos acompanha em todos os momentos. É uma reflexão simples com a qual construir um pensamento positivo e realista.

Leia mais: Entre discutir e ser feliz, prefiro ser feliz

Desta maneira, nossas emoções serão um timão que nos orientará no dia a dia até determinadas ações que nos permitam encontrar o bem-estar e o equilíbrio.

Não é preciso ficar obcecado com “ser feliz”, todos sabemos que esta sensação é momentânea e fugaz, trata-se apenas de estar bem consigo mesmo, com o que somos, e cada uma das pessoas que temos em nosso lado que nos amam e que amamos. Vale a pena!

(Fonte: melhorcomsaude.com )

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA