Estou sozinho e solteiro há tempos, me pergunto: será que a culpa é minha?

Será que eu sou fora dos padrões? Será que a pessoa certa ainda não apareceu? Tem alguma coisa de errado em mim?

Com certeza, se você está sozinho por muito tempo já deve ter passado essas perguntas pela sua cabeça.

Interessante que parece que quanto mais você procura alguém, talvez encontre e seja a pessoa errada ou apenas supra a sua carência.

Acho que não é por ai, porque o relacionamento não será duradouro. O amor requer que o casal se complete para uma união. É necessário: cumplicidade, compreensão, dedicação e acima de tudo: amor próprio.

Você se ama? Porque depositar todo o sentimento no seu parceiro? É injusto e nocivo. E digo mais: pode ser patológico.

Amor é muito mais que status no Facebook, muito mais que a beleza exterior, muito mais que sexo… Seu parceiro não é um objeto sexual!

Leia mais: Eu nunca quis um marido, eu sempre quis um companheiro

Não comece um relacionamento porque sua família te pressiona, porque seus amigos zombam de você ou porque você se acha velho demais em estar solteiro.

Amor não escolhe idade, nem cor, nem raça e nenhum estereótipo dito pela sociedade. Todos tem o direito de Amar e se o Amor ainda não chegou pra você é que talvez você não esteja preparado para esse tipo de sentimento tão grandioso.

Uma dica? O tempo que você passa procurando pelo seu possível “par perfeito”, seja a pessoa que você acha que seja perfeita pra você.

Se ame mais, se compreenda mais, curta suas manias, conviva com os seus amigos, vá dançar numa boate ou tomar um chopp com aquele seu irmão de longa data.

Leia mais: Eu nunca quis um amor perfeito

Essa pós-modernidade requer que tudo seja muito rápido. O tempo realmente passa muito rápido. Mas será que você está realmente aproveitando esse tempo pra você?

É tão bom passar numa livraria e se apaixonar por um livro, amar um elogio inesperado de uma pessoa que achava que você nem existia.

Enxergar a solidão como algo que está te fazendo crescer. Será que aquela pessoa que você levou um “fora”, realmente merecia o amor que você tinha por ela?

Não se apresse e procure uma ocupação que não faça seu coração se sentir solitário. Porque não é só um relacionamento que te completa.

Leia mais: Você gosta da sua companhia?

Claro que é bom fazer sexo, beijar na boca, abraçar… Mas, como eu não sou um cara que faz disso algo casual, eu prefiro esperar o Amor bater na minha porta.

As coisas casuais, são efêmeras e passam, não deixam muitos rastros e no final, você se sente vazio perguntando-se: valeu à pena?

Procure ser menos intenso. Isso pode ser prejudicial. Eu costumo dizer aos meus amigos que não é você que procura o Amor, é ele que te procura. E assim, quando você menos espera!

Leia mais: Fiz as pazes com a solidão

O amor é uma surpresa! Sabe aquela pessoa que senta atrás de você na faculdade? Já tentou puxar papo com ela e por achar que ela não seja interessante, você não puxou?

Bom, se a solidão me incomoda? Um pouco, mas não algo patológico. Estou nas mãos de algo metafísico que é a vida… Grande arte do encontro.

Compartilhar
Daniel Velloso
É escritor, o "Avesso da alma" já faz o maior sucesso e em breve lançará o seu segundo livro. Estudante de Psicologia, é colunista exclusivo do site Fãs da Psicanálise.



4 COMENTÁRIOS

  1. que bom que a minha amiga me marcou nos comentários desse texto! cada palavra maravilhosa, cada ideia um encontro inesperado. se você vê a vida e os relacionamentos assim, parabéns! é uma exclente perspectiva 😉

DEIXE UMA RESPOSTA