Estabelecer amizades é fundamental para o desenvolvimento sócio-afetivo das crianças.

A amizade estimula o desenvolvimento da percepção e o respeito pelo diferente. Proporciona para a criança desenvolver a noção de dividir, compartilhar, de ganhar ou perder; habilidades sociais importantíssimas para um desenvolvimento emocional saudável.

E quem já não ouviu aquela frase em que se diz que “os primos são os primeiros grandes amigos”. Quem não ouviu, raciocinou, e concorda que é realmente assim, não é?

Como se encontram com mais frequência, a construção do elo é forte desde cedo. É um amor recíproco, lindo e crescente.

Há apenas razões positivas para nós, pais, estimularmos a amizade entre primos, comprovando que esta ligação só trará benefícios para todos os lados!

A criança se desenvolve muito melhor socialmente!

É no início da infância que as etapas fundamentais para o desenvolvimento social da criança se inicia. A amizade é o grande apoio para sustentar e erguer relações sociais ao longo da vida da criança.

Os primos ocupam muito bem esse papel! Além da amizade quando pequenos, são laços de cumplicidade que podem durar a vida inteira! Há pesquisas e estudos que comprovam que os laços feitos durante o começo da vida reduzem problemas de comportamento e melhoram habilidades sociais no futuro.

As crianças participam mais, interagem com coragem e confiança em si, sem muita timidez, e estão muito mais longe de sofrerem agressões verbais por conta do bullying.

Estimula a independência e autoconfiança!

Quando convivem mais tempo com seus primos, a criança começa a criar mais autoconfiança. Como citado acima, essa amizade é uma sustentação que aumenta mais sua confiança e autonomia. Acredito que você já tenha reparado em como seu filho reage quando vai dormir na casa de algum priminho, não é? A maioria das crianças adoram!

A criança tem a experiência de ficar longe dos pais pelas primeiras vezes, e passa a obter a oportunidade de desenvolver a segurança e a autonomia necessárias para estar sozinha em determinadas ocasiões.

Portanto, esta é uma ótima dica. Deixe seu filho passar um tempo distante, aprendendo coisas novas e desenvolvendo mais suas capacidades sócio-afetivas.

A criança aprende sobre a cumplicidade!

Diferente de irmãos, que acabam disputando pela atenção e carinho dos pais, a relação próxima entre os primos torna-se mais íntegra justamente por se ausentar-se isso. Longe de rivalidade por atenção, os primos constróem um laço de cumplicidade mais direto e duradouro.

Fortalece os laços familiares!

Quando há estimulação para que haja interação entre primos, a família se fortalece cada vez mais, mantendo viva sua história.

Para facilitar a continuidade dos laços, proporcione encontros familiares. Seja algo simples, como em casa, ou uma viagem, passeios, conhecer lugares diferentes… Você também pode dar dicas de brincadeiras, como o brincar sem brinquedo, que interage as crianças em um mundo delas, repleto de criatividade e imaginação.

Isso tudo fortalece o vínculo e a amizade entre as duas crianças.

Outra dica super bacana, é marcar algum dia para fazer um piquenique. É super divertido, e as crianças adoram! Elas interagem, brincam e dão boas risadas. Além de tudo, você também pode participar!

Proporciona prazer para os pais!

É compreensível que cada família é uma família, tem seus conceitos, seus modos de educar e seus princípios. A educação da outra criança e o modo como ela se comporta, pode não ser muito do seu agrado, afinal, os pais dela podem pensar e agir de maneira diferente da sua.

Mas, apesar disso, muitas das vezes nos sentimos mais seguros sabendo que a criança esta interagindo com seus primos, que são alguém que nós já conhecemos.

Lembro aqui que você é o pai/mãe, e tem o poder de ser rígido com seu filho! Estando ele fora ou dentro de casa, a educação não deve mudar, e deve sempre ser acompanhada e formada por você!

Esta amizade tem grandes possibilidades de durar para a vida toda!

Aposto que a maioria de nós pais nos lembramos de nossa infância, e de como era delicioso conviver e ter uma boa amizade entre primos. Acordar cedo para brincar, sem se preocupar com nada, sem ver o tempo passar… Era maravilhoso!

E não é nada diferente para nossos filhos. Só tem a acrescentar!

Da mesma maneira como lembramos com muito amor e carinho do nosso passado e das nossas histórias em família, será muito bom que nossos pequenos tenham a mesma lembrança.

Incentivar esta amizade é proporcionar momentos de descontração, alegria e aprendizado. Esta é uma relação de afeto e de amizade que quando construída e estimulada desde cedo permanece por toda a vida!

Com o mundo cheio de tecnologia e individualismo, e, ainda, cheio de violência, toda oportunidade de fazer amizade, de entrar em contato com outras crianças é essencial para um crescimento mais feliz.

Quanto mais haver estímulos familiares para a socialização, mais fácil ficará a adaptação da criança, também mais fácil ficará seu desenvolvimento emocional, tornando-se uma pessoa mais positiva, otimista e progressiva.

(Autora: Fernanda Luiza da Silva)

(Fonte: psicoinfantil.net)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA