Quando você está em um relacionamento tóxico, não percebe o quanto o abuso emocional a (o) afeta. É o saber e não saber sobre o que vai acontecer. É a esperança de que isso mude, mas também há conforto nas coisas que se repetem. Há um vício por ter alguém a (o) conhecendo tão profundamente.

Existem várias razões para que não se deixe um relacionamento tóxico e mesmo quando esse relacionamento termina, você se vê perdida (o), querendo novas chances. Você sente falta da adrenalina de emoções intensas vividas nesse suposto amor, de querer se livrar daquilo que dói, terminar e fazer as pazes.

Mas então você conhece uma pessoa legal.

E quando isso acontece você percebe como negativamente esse relacionamento passado afetou você.

Você não está acostumada (o) a ser tratada (o) tão bem e quase rejeita essa sensação.

1. No começo, você espera o pior.

Depois de um relacionamento tóxico, você não confia em ninguém. Até em você mesma (o). Você quer saber como tolerou tal relacionamento por tanto tempo. E você entra em todo relacionamento esperando o pior. Por um tempo, você não acredita que os mocinhos existam, porque por muito tempo você procurou essas qualidades nos bandidos.

2. Acredita que sempre há algo que escondem

Você acha que todo mundo tem motivos para não ser confiável. Quando você pega alguém mentindo com tanta frequência, você fica paranoica. Você não acredita que as pessoas possam ser honestas ou dizer coisas boas. Você faz suposições loucas e duvida que existam pessoas realmente boas só por causa dessa pessoa que ficou no passado. O seu próximo passo será explicar para essa pessoa legal o quanto você é desconfiada (o)  e perceber que ele (a) ficou perplexo (a). Não porque você o (a) tenha questionado, mas pelo fato de alguém ter agido dessa maneira com você. Tudo que essa pessoa legal quer fazer é reverter essa marca que deixaram em você.

3. Você acha que ele é bom demais para ser verdade.

Alguém te tratando bem tem que ser bom demais para ser verdade. Você está esperando essa máscara cair. Você está esperando que ele se mostre mau de verdade. Você está esperando um final. Mas todo dia ele (a) só prova para você que é a mesma pessoa que tem sido desde o começo. Ele (a) não lhe deu razão para desconfianças, mas o problema não é ele (a), é você que não consegue confiar.

4. Depois de afastá-lo (a).

Alguém no passado o levou a acreditar que você não merece o melhor. Então você rejeita o que encontrou agora. Você tem medo de algo bom porque não quer perder essa sensação boa. Você não quer se machucar novamente, então tenta arruinar tudo primeiro.

Mas você vai perceber que essa pessoa é diferente quando você passar a afastá-lo (a). Quando você o (a) empurra e ele (a) te pega tão de jeito que não deixa você sair.

5. Você vai esperar lutas.

Você continua esperando por uma briga. Mas, em vez disso, tudo é conversado e ponderado. E há uma onda de conforto depois de um diálogo e você percebe que as pessoas normais não discutem o tempo todo, elas se compreendem.

6. Então você vai se desculpar com muita frequência.

Ele (a) vai se perguntar por que você se desculpa tão freqüentemente ou pelo que está pedindo desculpas. Ele (a) vai ver a dor em seus olhos por alguém do passado. Ele (a) vai ver a dor em seu coração se esforçando tanto para amar de novo quando você só conhece o seu coração sendo sucessivamente partido. E ele (a) vai constantemente garantir que tudo está bem. Quando uma pessoa legal ama alguém que está quebrado e que só conhece relacionamentos tóxicos, o que ela faz é ensinar que ele não merece nada do que já teve. Ela redefine esses padrões horríveis que ele tem e escolhe ser a exceção.

7. E pergunta se eles estão melhores sem você.

Você acha que ele (a) será melhor sem você, mas a verdade é que assim como ele (a) fez a sua vida melhor, ele (a) também se sente melhor ao seu lado. E eu sei que você está com medo de amar de novo. Eu sei que você tem medo de deixar alguém chegar tão perto. Mas sua sensibilidade, sua compaixão, sua força, sua compreensão e falta de julgamento em todos é o que faz você bonita (o).

No passado, você foi capaz de amar alguém que era completamente indigno de amor e intolerável. Você achou o bem nele. Você deu uma chance a ele. Você nunca desistiu dele. E é a sua vez de ter isso retribuído.

Este novo relacionamento não é o que você está acostumado, mas é exatamente o que você merece.

8. Você supercompensa.

E quando você finalmente se sentir confortável e aceitar esse relacionamento, vai amar essa pessoa com tudo o que tem em você. Mas não tente muito. Não pense que você precisa. No passado, você aprendeu que seu melhor não é bom o suficiente. Então você teve que tentar demais. Você teve que competir. Você tinha que provar a si mesmo.

O que você deveria ter aprendido era que o seu melhor, era bom o suficiente e era ele (a) que não a (o) merecia.

9. Então você confia nele.

Vai haver um momento em que você conta para essa pessoa legal tudo o que aconteceu. Há um momento em que você confia. E quando você fala sobre o passado e sobre as pessoas que te machucaram, o que você vai descobrir não é que ele  (a) vai embora também. Você apenas lhe deu uma razão para ficar.

Eu sei que alguém no seu passado a (o) ensinou sobre o amor de um modo pesado e que a vulnerabilidade é uma fraqueza. Você teve que ser forte por tanto tempo e teve que suportar muitas coisas que não merecia. Mas tudo isso te fez mais bonita (o) do que você imagina. E tudo isso fará a pessoa certa apreciá-la (o) por ter superado tudo isso.

E com lágrimas nos olhos, até mesmo, você será grata (o) por um relacionamento tóxico que não a destruiu, mas fez de você a pessoa forte que é hoje.

10. Finalmente, você aprende o que o amor realmente é.

Você começa a perceber que o relacionamento que costumava definir seu padrão de amor estava tão distante da realidade. Você aprende que o amor não deve machucá-la (o) ou ser humilhante. O amor não deve partir seu coração apenas para reconstruí-lo. O amor não é algo que vem na forma de ciúme. O tipo certo de amor não joga com os sentimentos ou quer ver você com dor.

Você percebe que tudo isso não era amor, mas controle.

Você se reconstrói e destemidamente ama de novo, só que desta vez você faz certo.

O tipo certo de amor cura você e é exatamente isso que essa pessoa legal faz.

Autora: Kirsten Corley

Fonte original: thoughtcatalog.com

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here