Manter limites saudáveis com pessoas difíceis pode ser trabalhoso, basicamente pois eles não querem que você imponha esses limites. Entretanto esse pensamento pode não ser consciente, pois acontece de muitas vezes essa ser a única estratégica de relacionamento que eles conhecem. Mas, independentemente de ser intencional, o resultado é o mesmo: o seu limite foi violado.

Como você pode se manter firme e impor o seu limite para essas pessoas difíceis de lidar? Aqui estão cinco sugestões.

1. Perceba que as suas necessidades são importantes:
“Quando você duvida da sua própria importância, você está permitindo as manipulações”, afirma Ryan Howes, Ph.D, psicólogo da Califórnia. No entanto, quando você entende que seu tempo, dinheiro, dignidade e necessidades são vitais para o seu bem-estar, é mais fácil ignorar as pessoas que querem passar do seu limite.

Se você duvida de sua importância, ele sugeriu o seguinte:
Esteja sempre com pessoas que valorizam você. “Seu grupo social é como um espelho, refletindo seu valor.” Você pode cercar-se de pessoas egoístas e difíceis que refletem que você tem pouca autoestima, no que você começa a acreditar. Você deve se cercar de pessoas carinhosas, amorosas e começar a acreditar que também é digno de amor e carinho.

Uma boa opção é procurar um terapeuta. A psicoterapia ajuda você a construir sua autoestima e identificar os obstáculos que a (o) impedem de se valorizar.

Seja objetivo. Crie uma lista de coisas que você faz para habitar um mundo cada vez melhor. Por exemplo, você é um bom amigo, faz seu cônjuge sorrir e está comprometido com a reciclagem. “Apenas por ser humano significa que você merece direitos fundamentais e respeito, mas se você olhar um pouco mais, você pode encontrar qualidades únicas que você pode apreciar em si.”

Seja justo. Se você acredita que todas as pessoas merecem respeito, isso inclui você. Se você permitir que outras pessoas o tratem como lixo, você não está sendo justo.

2. Seja firme e gentil.
Ser firme não significa ser insensível, depreciar ou magoar outra pessoa, disse Hanks, autora de The Burnout Cure: Um Guia de Sobrevivência Emocional para Mulheres Oprimidas. “Você pode ser firme e amoroso”.

Por exemplo, você participou dos mesmos eventos sociais que essa pessoa, mas não apreciou a companhia. Você já tentou dizer isso, ignorou mensagens, mas ela continua persistindo e quer continuar o relacionamento, seja de amizade ou namoro. De acordo com Hanks, você pode dizer: “Gostei do nosso tempo juntos, mas não estou interessado em continuar a ter um relacionamento com você. Por favor, não entre mais em contato comigo. Eu te desejo o melhor.”

Leia Mais: Pessoas difíceis no trabalho

3. Ter expectativas realistas.
Se você sabe que a pessoa é difícil e não respeita os seus limites, não crie expectativas, não alimente esperanças. Simples assim.

4. Vá embora.
Muitas vezes é importante confrontar pessoas difíceis para mostrar que você sabe se defender e também colocá-las no lugar delas. Mas, às vezes, afastar-se é uma alternativa ainda melhor. Compare essa relação a um tornado vindo em sua direção: em vez de enfrentá-lo, a melhor resposta é recuar. Algumas pessoas são simplesmente muito tóxicas para se confrontar.

Se você está falando ao telefone, encerre a conversa. Em sua prática clínica, Hanks frequentemente vê violações de limites com ex-cônjuges. Por exemplo, seu ex-marido liga para falar sobre seu filho. No entanto, a conversa muda e ele começa a fazer comentários depreciativos sobre o seu novo namorado. Você explica que o seu relacionamento não está em discussão, mas ele continua a intrometer-se. É quando você decide desligar, disse Hanks.

5. Lembre-se de que você está no comando.
Lembre-se de que a pessoa que deve impor os limites é você. Pessoas difíceis querem que você acredite que está exagerando. Tomemos o exemplo de seu irmão que regularmente ridiculariza suas crenças espirituais em reuniões de família. Quando você pede para ele parar, ele diz que você não sabe lidar com brincadeiras.

Você sorri e aguenta firme? Para de ir a eventos familiares se ele estiver lá? Convide-o para um café da manhã para descobrir mais sobre as suas crenças espirituais que o preocupam? Escreve-lhe uma carta pedindo-lhe para parar? Faz um acordo que o sinalize quando ele está prestes a ir longe demais?

Mais uma vez, o modo como você irá impor limites é uma decisão sua – não a dele ou de qualquer pessoa que está tentando ultrapassar o seu limite. Avalie a situação e descubra como você deseja impor seus limites.

Por fim, quando uma pessoa difícil viola os seus limites, você pode ter uma oportunidade para entender melhor quem você é, o que é importante para você, exigir respeito e manifestar o seu valor.

(Fonte: psychcentral)
*Traduzido e adaptado pela equipe Fãs da Psicanálise.

Imagem: Marta Mena González

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here