Não sei dizer quantos dos meus clientes me dizem que deixar alguém ir é impossível porque eles não querem desistir.

Eles acreditam que, se puderem continuar tentando, a pessoa que amam finalmente será a pessoa que eles querem e viverão felizes para sempre.

Desde tenra idade, somos aconselhados a nunca desistir e, até certo ponto, esse é um bom conselho. Mas quando se trata de relacionamentos, não é necessariamente assim.

Por quê?

Você não é o único envolvido.

Quando você decide encontrar um emprego, terminar uma corrida ou perder dez quilos, a pessoa encarregada do resultado é você e somente você. Cabe a você definir uma meta e alcançá-la, independentemente dos obstáculos que estiverem no seu caminho.

Quando você está em um relacionamento problemático, há duas pessoas lá. E, embora você possa estar totalmente encarregado de suas ações e reações, não pode controlar as ações de seu parceiro.

Talvez você decida tomar um cuidado especial para ter uma boa aparência e ser gentil, mas a pessoa ainda o trata como se você fosse feio e diz coisas horríveis para você. Ou talvez você decida que o apoiará, não importa quão ruins sejam suas decisões e ainda assim suas más decisões afetem sua vida todos os dias.

OU, talvez a pessoa esteja tentando mudar seu comportamento, mas a mudança que está fazendo não está funcionando para você ou talvez não seja o que você deseja. Como resultado, o relacionamento não está ficando mais saudável.

Então, lembre-se, quando você estiver se repreendendo por ‘desistir’, não faça isso! Há dois nesse relacionamento e os dois precisam tentar fazê-lo funcionar.

Você não é um super-herói.

Sim, fomos informados de que nunca devemos desistir. Mas, às vezes, é hora de fazer exatamente isso.

Para muitos de meus clientes, seus relacionamentos ficaram tão ruins que sua saúde física e mental está sendo afetada. Eles estão fazendo tudo o que podem para salvar seu relacionamento, mas seus esforços estão fracassando e o relacionamento está condenado.

Apesar de seus esforços, eles simplesmente não conseguem fazê-lo funcionar.

Reconheça isso sobre você. Você já fez de tudo para tentar salvar seu relacionamento, mas ainda está batendo em uma parede de tijolos? Nesse caso, reconheça que existem algumas coisas que você simplesmente não pode mudar, por mais que tente. Abrir mão de alguém pode ser exatamente o que você precisa fazer!

É apenas uma desculpa?

Peço isso a muitos de meus clientes: ‘Você está me dizendo que não quer desistir porque simplesmente não quer deixar ir?’

Abandonar alguém é uma coisa muito difícil de fazer. Temos medo da dor que sabemos que sentiremos quando terminarmos e temos medo de que nunca mais seremos amados. Como resultado, damos todas as desculpas do mundo, incluindo uma que nos faz parecer fortes, para permanecer no relacionamento.

Então, pergunte a si mesmo – você está realmente preocupado com ‘desistir’ ou é um motivo para ficar, mesmo que não esteja feliz? Abandonar alguém é difícil, mas não impossível.

Seria tão ruim assim?

Ok, então pense em escalar uma montanha.

Você pode ver o topo e está morrendo de vontade de chegar lá, mas uma milha ou mais atrás você torceu o tornozelo e está ficando cada vez mais inchado. A dor é terrível e você não tem certeza de que pode dar outro passo.

O que você faz? Você continua mesmo sabendo que, se conseguir, não poderá caminhar? Ou você volta, sabendo que é a melhor coisa para sua saúde mental e física?

É o mesmo com os relacionamentos. Se o seu relacionamento está causando danos físicos e mentais, talvez seja apenas a hora de deixar ir. Deixe ir para que você possa ser saudável, feliz e funcional no mundo.

Às vezes, largar alguém, ‘desistir’, é a escolha mais saudável e forte que você pode fazer!

Abandonar alguém que você ama é uma das coisas mais difíceis de fazer no mundo.

O medo da dor que você pode sentir é demais para suportar.

Mas deixar ir não é o mesmo que desistir.

Lembre-se, existem dois de vocês nesse relacionamento, você não pode consertar tudo sozinho, pode estar usando o ‘desistir’ como uma desculpa e, realmente, no final do dia, ‘desistir’ seria tão ruim? Se você tem alguém que precisa abandonar, faça-o.

Desistir de alguém que está lhe causando dor é um sinal de força, não de fraqueza!

(Fonte: https://thoughtcatalog.com/mitzi-bockmann/2019/08/the-difference-between-letting-go-of-someone-and-simply-giving-up/)

(autora: Mitzi Bockmann)

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here