Nunca admita servir para tapar os buracos da vida de outras pessoas. Não espere que preenchendo os vazios deixados, você terá o lugar merecido.

Nunca se encolha pra caber nos espaços de alguém. Não seja o tapete, não seja a cortina, não seja a vidraça a levar pedradas ou uma pipa a dançar em um furacão: é isso que são as pessoas que não sabem onde devem ficar.

Qual a necessidade de fingir ou aceitar um falso afeto? Gentileza gera gentileza, tudo mundo sabe disso. Se não recebe nada, não dê alguma coisa em troca.

E não se arrependa de assim o fazer. Ninguém é obrigado a agradar a todos o tempo inteiro. Aquele que só diz sim e concorda com tudo, quase sempre está sendo falso, usa máscaras ou tem medo do que sai de sua boca. Encobrir as respostas verdadeiras, na maioria das vezes, é submissão.

Não obrigue relacionamentos, não force o tempo, não force momentos. Não é preciso concordar com tudo. Não busque atender sempre às expectativas do mundo.

Muita expectativa gera maior probabilidade de frustração. Faz mal pro coração. Nenhuma pessoa deve ser forçada a amar o que não ama, a suportar o que a faz chorar, a percorrer caminhos errados, a estar onde não é desejada, a ficar onde não quer ficar.

Ninguém pode ser forçado a sorrir ou ser simpático. Quem se ama não se obriga a nada. Faz tudo o que faz por vontade.

Não se sacrifique por quem só espera o seu sacrifício acontecer e nunca faz nada por você. Siga em frente, com orgulho. De bem consigo. Precisamos valer muito mais para nós mesmos. Abra os olhos, comece a ver.

Deixe de se preocupar à toa. Perder sono por bobagens. Chorar por besteiras. Se amargurar e deixar o coração apertado e sofrendo por coisas e pessoas que já não lhe fazem bem. A gente é tão pequeno por dentro! Não acumule o que te fará transbordar de tristezas. Não há espaço para isso dentro de nós.

Sabe o seu coração? Pequeno daquele jeito? Ele suporta tanta coisa, mas não merece ser depósito de lamentos. Use a grandiosidade de seu ser e se encha de sentimentos do bem, que engrandecem e trazem luz e amor.

A gente é fraco, frágil, quebrável, pra que se dividir com a dor? Esqueça essas dores, esse cinza, esse choro. Se pinte de todas as cores, vivas, de vida, você vale ouro. Seja uma balança onde o lado vencedor é sempre o da alegria.

Não se desgaste, não se desmereça, não retribua apatia. Se permita escoar as mágoas, mentiras e desilusões e troque tudo por novos sorrisos, novos abraços, novas paixões. Vá viver! Mostre pra todos que uma lágrima nunca terá a capacidade de esconder sua força, sua beleza, sua essência, seu poder!

 

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Cleonio Dourado
Escrever é uma fuga que sempre uso. Não tenho temas. Não tenho destinos. Alguns devaneios e desatinos, quem sabe. Solto as palavras ao vento. Viajo ao vê-las viajando pelo ar. Recolho as que voltam nos relentos das manhãs e me lavo em seus afagos. Eu me aguo, renasço. Palavras me acariciam a alma, despertam-me sentimentos, paz, calma. Leio, releio, rascunho e escrevo. Faço dos textos da minha lida, as estrelinhas da minha vida. Sou colunista do site Fãs da Psicanálise.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here