É necessário começar a mudança interna, começar a tirar a casca e as máscaras que nos constituem…Tudo bem que tivemos que usá-las um dia e tiveram sua serventia, mas as coisas mudam, os tempos e as circunstâncias também mudam.

Essa couraça emocional é formada por nossos mecanismos de defesa, pensamentos e hábitos negativos… necessidade de agradar os outros contra nossa vontade. Essa couraça não é fácil de tirar, mas é esse o nosso verdadeiro trabalho… Descobrir nossa essência!

Não estamos aqui a passeio, mas sim para nos tornarmos melhores e fazer a vida ter um sentido. A nossa, e quando possível, a dos outros. Corrigir os defeitos, pensamentos e hábitos negativos dá muito trabalho. É necessário ter ATENÇÃO ao que realmente é IMPORTANTE! Foco no que buscamos evitando pensamentos negativos e intolerâncias críticas que nos impuseram um freio lá atrás, no início da vida.

Observar-se é o primeiro passo para a mudança…

Fazer a autocrítica e verificar onde necessitamos mudar… E o principal: MUDAR MESMO! Deixar o discurso de lado. E sempre que possível, ajudar os que estão a sua volta, através do exemplo… porque cada um faz suas escolhas e só somos responsáveis pelas nossas.

Perceba que para corrigir os nossos defeitos é necessário parar de julgar os outros, idealizar o que gostaríamos que fossem, parar de imaginar o que esperam de nós e vigiar-se…

Ser espontâneo e sincero pode até trazer algum aborrecimento por conta da _domesticação_ a que estávamos submetidos. Mas andar mais leve, dar-se conta que a vida acontece agora e aqui, onde tudo pode ser feito, inclusive nada, é uma sensação de liberdade que vale a pena agradar a nós mesmos.

TORNA-TE QUEM TU ÉS! Dizia o filósofo.

Medite! A paz que quero começa comigo!

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Genaldo Vargas
Psicanalista, Palestrante, Professor Universitário, Viajante do mundo, curioso e eterno aprendiz..... É colunista do site Fãs da Psicanálise.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here