Qual é o seu sentimento quando olha para trás em relação às suas escolhas? Elas estão te levando em direção a ter uma vida equilibrada e saudável?

Talvez a frase: “Se eu tivesse…”, faz parte do seu estado atual. “Se eu tivesse feito outras escolhas”. “Se eu tivesse tomado outra atitude”. “Se eu tivesse seguido outro caminho”. Se eu tivesse….

Em seu momento presente ter de fazer uso dessas palavras, podem levá-lo ao sentimento de tristeza, culpa e decepção. Como consequência dessa vibração energética suas escolhas atuais caminharam nessa mesma direção.

Segue abaixo sugestões de algumas escolhas que, no futuro, vão lhe proporcionar uma vida equilibrada, saudável e próspera. Seguindo essas sugestões, quando olhar para trás, o sentimento de culpa e arrependimento não fará mais parte de sua vida.

A partir dessas sugestões, identifique se está fazendo algo que se arrependerá no futuro e mude suas escolhas:

1. Descubra sua missão de vida
Não cumprir sua missão de vida é a grande causa de muitos males. Esse pode ser o motivo da sua tristeza, depressão e da sua falta de motivação para viver. A sua missão de vida é o que dá sentido à sua existência. Sem vivenciá-la, você estará caminhando contra o propósito do seu Eu Maior. Mesmo que você alcance êxito na carreira profissional que escolheu, se não for sua missão de vida, sentir-se-á frustrado e com um vazio na alma.

Faça uma relação das coisas que você adora fazer e que o realizam. Pode ser no âmbito profissional ou aquilo que, no atual momento, você considera um hobby. Quando o indivíduo reconhece seus talentos e começa a praticá-los no seu dia, descobrirá que colocá-los em prática é a sua missão de vida.

Ao praticar os seus talentos você estará ajudando muitas pessoas e a sua missão de vida passará a ser sua fonte de recursos financeiros. Nesse momento você sentirá alegria e prazer em viver, pois estará fazendo aquilo que gosta e sendo bem-sucedido.

2. Seja grato sempre
A gratidão é uma energia que nos conecta com a prosperidade, o sucesso e a felicidade. Com a prática da gratidão, sua vida se torna mais positiva, você passa a dar mais valor às pequenas coisas e adquire sabedoria para lidar com os aparentes problemas da vida.

Talvez, alguém, nesse momento, esteja passando por problemas financeiros, de saúde e desarmonia familiar, e acha impossível sentir gratidão. Saiba que a sua falta de gratidão pode ser a responsável de atrair até você essa carga negativa de problemas e desarmonia.

Comece a observar à sua volta e seja grato por tudo e por todos, assim você começará a criar um novo padrão metal. Você tem o poder de escolha diante dos acontecimentos da vida. A escolha de ser grato será aquela que abrirá as portas do paraíso.

Leia Mais: A vida é feita de fases. E todas passam.

3. Vigie os seus pensamentos, suas palavras e atos
Tudo tem início no pensamento, todo projeto arquitetônico, toda obra de arte, toda grande invenção primeiramente teve início na mente de alguém. Comece a observar onde andam os seus pensamentos, pois é a partir deles que você faz suas escolhas e tudo tem o seu início.

Assim nos ensina Frank Outlaw. “Vigie seus pensamentos, eles se tornam palavras. Vigie suas palavras, elas se tornam ações. Vigie suas ações, elas se tornam hábitos. Vigie seus hábitos, eles formam seu caráter. Vigie seu caráter, ele se torna seu destino”.

Essa sequência lógica inicia com um pensamento, assim você vai criando seu campo energético e chegando rapidamente a definir seu próprio destino. A intenção desse texto não é induzir o leitor a uma maneira de pensar, mas minha sugestão é que você faça uma reflexão e se proponha a uma revisão de conceitos e uma forma de pensar que contribua para sua felicidade.

4. Faça a escolha de andar uma milha a mais.
Assim, se alguém o forçar a andar uma milha, vai com ele duas. (Mateus 5:41)

Andar a primeira milha é o que aproximadamente 97% da população mundial faz. São aquelas pessoas que fazem somente o necessário. Quando alguém questiona sobre isso diz: “estou fazendo o que sou pago para fazer”.

Na linha da primeira milha estão aquelas pessoas que chegam na hora e saem na hora. São aquelas que chegam já pensando na saída. Nessa linha encontram-se os profissionais frustrados, insatisfeitos com sua profissão.

Os que caminham somente uma milha, não veem nada de errado em inventar qualquer motivo para se ausentarem de suas obrigações. São aquelas que evitam os desafios, com a desculpa que não faz parte de seu departamento. São aqueles que usam muletas para justificarem sua falta de comprometimento.

A primeira milha está sempre congestionada, abarrotada de gente. Os que circulam por ela estão sempre com o dedo apontando alguém que é a causa dos seus problemas. Nessa milha você encontrará muitas lamúrias e lamentações, afinal, essas pessoas desconhecem o benefício de caminhar uma milha extra.

Minha sugestão é que você esteja disposto a andar uma milha extra. Nessa linha encontram-se aqueles que chegam antes e saem depois. São aquelas pessoas que se pedirem 100% elas dão 120%. Para andar uma milha extra você tem que estar disposto a dar mais energia do que o esperado. Sacrificar algumas horas de lazer para poder servir e ser útil a alguém.

Andar uma milha extra é fazer mais do que estão nos pedindo. Mesmo que, em algum momento, possamos achar essa milha extra desinteressante, sigamos em frente dispostos a servir e no final encontraremos o real sentido dessa caminhada.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Wilson Pereira Figueredo
Graduado em Psicologia e Especialista em Saúde Mental pala AVM – Faculdade Integrada – Manaus / AM – Tanatologia – CTAN – Centro de Estudos em Tanatologia / Fortaleza – CE – Formação em Psicoterapia Reencarnacionista e Regressão Terapêutica – ABPR – Porto Alegre / RS. Palestrante e autor dos Livros: Escola da Vida… Caminho para a Felicidade – O Grande Encontro – Câncer… Por que Comigo? Apaixonado por leituras, filmes, músicas e pela família.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here