A memória muitas vezes piora com a idade – é uma parte normal do processo de envelhecimento. Mas, quando você tem problemas de memória isso indica o início da doença de Alzheimer?

Ironicamente, as pessoas que percebem que sua memória piorou estão menos propensas a desenvolver a doença de Alzheimer, segundo uma nova pesquisa. Essa autoconsciência é um sinal saudável.

Os médicos há muito tempo já suspeitam que as pessoas que parecem não ter consciência de seus problemas de memória correm maior risco de sofrer de demência, mas este é um dos primeiros estudos a demonstrá-lo.

Pesquisadores da Universidade McGill, em Montreal, no Canadá, analisaram dados de 450 pacientes que apresentavam déficits leves de memória. A experiência dos pacientes com a própria memória foi comparada com as visões objetivas de amigos e familiares.

Os pacientes tinham seus problemas neurológicos: tinham disfunção metabólica em seus cérebros e mais proteínas amilóides (estas estão ligadas à doença de Alzheimer). Dois anos depois, pacientes que desconheciam mais seus problemas de memória apresentavam o triplo do risco de desenvolver demência.

O Dr. Serge Gauthier, co-autor do estudo, explica: “Esse estudo tem aplicações práticas para os médicos: as pessoas com queixas leves de memória devem ter uma avaliação que avalie as informações coletadas de informantes confiáveis, como familiares ou amigos íntimos.”

(Fonte: spring)
*Tradução e adaptação: equipe Fãs da Psicanálise

Imagem: Natalia Figueredo

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here