Atire a primeira pedra quem não carrega dentro de si pelo menos um arrependimento sobre um erro do passado.

Há arrependimentos que nós lembramos de vez em quando e ficamos atormentados por eles durante algum tempo, e há também aqueles que nós carregamos junto conosco o tempo todo por muitos e muitos anos (em alguns casos, por toda a vida).

Algumas pessoas vivem realmente perturbadas por causa de seus passados e têm suas vidas seriamente prejudicadas por isso.

Se culpam o tempo inteiro, não conseguem confiar em mais ninguém, têm medos e crenças extremamente limitantes, perdem completamente a autoestima, sofrem muito ou carregam algum outro sentimento de impotência que bloqueia o fluir de suas vidas.

Eu também já fui muito atormentada pelo meu passado, mas hoje consigo lidar melhor com ele porque adquiri a seguinte compreensão: Eu não sou meu passado. O erro foi cometido pela pessoa que eu fui e não sou mais.

Inclusive, foi graças a esse erro que eu tive oportunidade de aprender e mudar para melhor. O que importa é quem eu sou hoje e o que estou fazendo agora.

Quando o passado vem tentar encher meus pensamentos de culpa, medo e tristeza, eu sempre procuro me perguntar: o que eu estou fazendo hoje? Estou aproveitando essa segunda chance de ser alguém melhor?

Assim consigo tirar o foco do passado e me preocupar com o que realmente importa: o que estou fazendo no presente.

Leia mais: Deixe o passado partir

Se você não foi justo com alguém no passado, mas decidiu ser justo agora, isso é o que importa. Se você disse palavras duras a alguém um dia, mas hoje tem coisas boas para dizer, isso é o que importa. Se você está sendo uma pessoa melhor hoje, isso é o que importa. Perdoe-se e se disponha a ser alguém melhor hoje. Isso é tudo o que importa.

O passado não vai ser apagado, é verdade. Mas ele não é o seu presente. Ele foi uma ponte para que você chegasse ao lugar onde está hoje. Se você se mantém apegado ao arrependimento do passado, pode estar perdendo a chance de ser a pessoa incrível que os seus erros te prepararam para ser hoje!

A única função positiva que você pode dar para o passado é usá-lo como referência. Já o presente é um campo de infinitas possibilidades. Dê para cada tempo a função que lhe cabe.

Se ontem você não fez a coisa certa, perdoe-se e vá se preocupar com o que está fazendo HOJE. Se houver uma forma de consertar o erro, aproveite o momento presente para fazê-lo. Isso é crescer, é evoluir, é aprender. É para isso que estamos vivendo, não?

“Mas e se o meu erro prejudicou outra pessoa e eu também quiser o perdão dela?”

A partir do momento em que você conseguir se perdoar e obtiver a consciência de que o que importa é quem você é e o que faz hoje, será muito mais fácil encontrar confiança e força para conversar com a pessoa que você prejudicou e pedir o perdão dela.

Preocupe-se primeiro em perdoar a si mesmo. O autoperdão vai tornar as coisas mais claras e você conseguirá encontrar as palavras certas e a melhor atitude para lidar com o outro com amor e sinceridade.

Fonte: Desassossegada

Autora: Stephanie Gomes

*Texto reproduzido com autorização da administração do site parceiro.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise

A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



1 COMENTÁRIO

  1. Nos meus estudos sobre compulsões, vícios, cheguei na CoDependencia que nada mais é que a dependência de relacionamentos.
    Na depoência de relacionamentos, percebi o quão infantil por vezes tomamos certas atitudes.

    Quão infantil é um diabético comendo açúcar ?
    Quão infantil é um pessoa com o sangue entupido de gordura, engerido mais gordura ????

    Ora, uma criança não é capaz de tomar a melhor decisão, tomar a melhor atitude, assim sendo erro cometido no passado, não passa “infantilidade” cometidas, assim como um diabético que come açúcar.

    Foi quando me libertei da minha “Co-Participação” nos erros cometidos !!!

    Qual Criancinha nesse mundo não merece perdão ?

    Observar e aceitar a infantilidade em alguns (muitos !!!) momentos da vida, nos faz reconciliar com nós mesmos….

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here