Sem perceber me vi mudando meu discurso de coração desapegado, porque eu não sei ser metade, se é pra amar, que seja por inteiro.

“Quero apaixonar-me“, tenho vontade de gritar como quem pede desculpas.

Quero ser a razão de um sorriso escancarado, quero acordar ao lado de alguém na cama e saber mais do que seu nome, quero perder-me ao amanhecer entre os aromas de café e de perfume, quero ficar pra depois do café sem ter que ser convidada.

Tenho o desejo de alguém que me ame sem hesitar, que me dê beijos vagarosos e que não me prometa eternidades efêmeras.

Sinto falta de beijos com sentimentos, beijos que acompanhem vontade de tirar a roupa e, acima de tudo, beijos de alguém que não finja ser perfeito; quero alguém que tenha defeitos com os quais eu possa me apaixonar, um alguém real.

Quero ter a chance de entregar-me ao amor e não desperdiçar nenhuma das possíveis chances de ser feliz.

Leia meia: Eu nunca quis um marido, eu sempre quis um companheiro

Se ficar em silêncio posso ouvir meu coração, que grita por emoções e por um amor que dure o eterno de todas as sensações passageiras, desde o sorriso ao cafuné, do tesão à conchinha, dos planos juntos e dos choros compartilhados, de sinceridade, de companhia.

Quero alguém para ser e se fazer importante, alguém que mantenha viva a vontade de se apaixonar mesmo que seja no sábado em casa, ou no domingo de manhã.

(Fonte: mentequalquer.com )

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



1 COMENTÁRIO

  1. Texto simplesmente perfeito!!
    “Quero alguém para ser e se fazer importante, alguém que mantenha viva a vontade de se apaixonar mesmo que seja no sábado em casa, ou no domingo de manhã.”

DEIXE UMA RESPOSTA