Quando você não tem depressão, um dia ruim pode significar tristeza e reflexões profundas. Esses pensamentos e sentimentos tristes tendem a dissipar e você se recupera em um dia ou dois.

No entanto, se você está sofrendo de depressão, um dia ruim é preenchido com pensamentos profundamente pessimistas e distorcidos, que você simplesmente não consegue superar. Segundo a psicanalista Natthalia Paccola a dor é tão grande que a única atitude que consegue-se ter é ficar recolhida, encolhida na cama, dormindo.

A psicanalista explica que quando se tem depressão ficar emocionalmente esgotado é uma constância, não existem dias ruins, o que existe são dias em que nos sentimos melhor. Entretanto há picos depressivos, quando não se tem energia para levantar o corpo, para tomar banho ou conversar.

A depressão é uma experiência desgastante, não há entusiasmo; você pode trabalhar, estudar, comer, mas é algo automático, desprovido de entusiasmo ou vitalidade.”Você sente como se não valesse a pena luar”, ela disse. Isso significa que nestes dias de maior depressão, em que você mais precisa de energia, acalmar-se pode ser terrivelmente difícil. Mas há maneiras de se sentir melhor – sem ter que dar grandes passos.

Vários estudos apontam que o despertar de nossos sentidos ajuda a melhorar imediatamente os sintomas depressivos.

VISÃO – Abra os olhos:
A luz natural é uma das melhores maneiras de estimular seu senso de visão. A luz ativa o hipotálamo, que regula o humor, o sono e o apetite. Assim, não receber luz solar suficiente causa uma ruptura nesses três aliados do bem estar.

A luz também ativa a glândula pineal, uma minúscula estrutura cerebral em forma de ervilha, que essencialmente gere nosso ritmo circadiano, também conhecido como nosso relógio biológico. Essa glândula produz melatonina, que controla nossos ciclos de sono e vigília. A escuridão leva a um excesso de melatonina, o que nos deixa sonolentos, fatigados e apáticos, piorando nosso estado já deprimido.

Abra as persianas ou cortinas e fique sentado perto da janela enquanto a luz entra. Se você conseguir, saia para ver mais a luz solar.

Leia Mais: 10 maneiras de cuidar de si mesmo quando se tem depressão

OLFATO – Respire ar fresco:
Respire ar fresco, pulverize fragrâncias ou sinta os aromas de uma vela perfumada. Perceba o cheiro do seu alimento favorito, que você mesmo pode cozinhar ou pedir para alguém fazer. Quando sentimos o cheiro de alguma coisa, esse aroma segue diretamente para o cérebro límbico, despertando memórias e emoções positivas.

AUDIÇÃO – explore:
Ouvir música, sons e até mesmo a voz humana ativa o sistema de recompensa do cérebro que libera a dopamina neuroquímica do bem-estar. É por isso que ouvir música animada, sons suaves ou até mesmo um livro de áudio melhora o nosso astral.

Abra sua janela e ouça os sons da vida, como o piar dos pássaros, o vento soprando, as crianças rindo ou até mesmo os carros se movendo.

TATO – sinta:
Tome um banho, que é mais como um “tônico medicinal”, com a água morna e um sabonete suave e hidratante. Sinta o calor de uma caneca cheia de chá, a suavidade do sofá ou o conforto do abraço de um ente querido. Se você é capaz de mover seu corpo, dê um passeio, medite, alongue-se, mande uma mensagem carinhosa ou brinque com os seus filhos.

Quando movemos nosso corpo e quando nos tocamos, os músculos ficam tensos e relaxados, liberando toxinas, hormônios e endorfinas.

PALADAR – deguste com vontade:
Saboreie seus alimentos favoritos. Os carboidratos complexos, proteínas, nozes e verduras podem aumentar a síntese de serotonina; já os carboidratos ricos em amido podem aumentar a fadiga.

Algumas pesquisas afirmam que beber chá verde e café, pode melhorar o humor. Demasiada cafeína pode aumentar a ansiedade e irritabilidade, pondere.

Se você está passando por um dia ruim, tente lembrar que estimular seus sentidos pode ajudá-lo a se sentir melhor. Pensar nisso pode ajudá-lo a tentar usar os 5 sentidos e levá-lo de volta ao caminho do bem-estar.

Fontes de pesquisa:

Deborah Serani, em Living with Depression.
Natthalia Paccola, em Depressão (fragmentos de aulas).

(Fonte: psychcentral)
*Adaptação e tradução: equipe Fãs da Psicanálise

Imagem: Alex Boyd

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here